Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estudo experimental comparativo da eficácia antitrombótica da heparina convencional e da heparina de baixo peso molecular

Galvagni Silveira, Pierre; do Nascimento Galego, Gilberto; José dAcampora, Armando; Bittencourt, Agamenon; Kestering, Darlan; Fiorese Philippi, Fernanda; Rizzatti, Juliana.
Acta cir. bras.; 16(4)2001.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-448270

Resumo

A prospective randomized blind trial was performed, comparing the antithrombotic efficacy (reduction of weigth thrombi) of two heparines with low molecular weight and unfractionated calcium heparine. It was used two differents models of experimental venous thrombosis: in the first group, a combination of endothelial injury and flow reduction, was used to induce jugular vein thrombosis in New Zealand rabbits, 30 with etanolamine, and other 30 with glucose 50%. In the second group, venous stasis was used to induce cava vein thrombosis in 30 female Wistar rats. No significant differences on reduction of thrombus weigth were found on both groups.There was no relationship betwen thrombotic agents and experimental thrombosis model. Etanolamin induced thrombosis more significantly in group I.
Em estudo randomizado e cego comparou-se a eficácia antitrombótica (redução do peso do trombo) de duas heparinas; uma de baixo peso molecular (HBPM) e outra não fracionada - heparina convencional (HC). Foram utilizados dois procedimentos de trombose venosa experimental: no grupo I a trombose venosa foi induzida injetando-se oleato de etanolamina na veia jugular de 30 coelhos e glicose a 50% em mais 30, todos da raça New Zealand. No Grupo II a trombose venosa foi induzida por estase mediante a ligadura da veia cava de 30 ratos da raça Wistar. Não se encontrou diferenças estatisticamente significantes com relação à redução do peso do trombo em ambos os grupos. Também concluiu-se que a eficácia antitrombótica das drogas estudadas não variou conforme o tipo de estímulo indutor da trombose nos modelos testados, e que o oleato de etanolamina induziu de forma mais significante a formação de trombos no grupo I.
Biblioteca responsável: BR68.1