Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Padronização das técnicas operatórias de autonomização no retalho músculocutâneo transverso do músculo reto do abdome monopediculado: estudo experimental em ratas

Lopes Filho, Rui; Lázaro da Silva, Alcino.
Acta cir. bras.; 17(4)2002.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-448365

Resumo

Objective: Standardized of delay operations and established which of delay operations is the best in reduce necrosis of the rectus transverse miocutaneous flap. Methods: 80 female Wistar rats ( 250 and 300 grams ) were divided in eight groups with ten rats (n=10). The anesthesia was obteined with Ketamine hydrochloride and 2-(2,6-xilidine)5,6-dihydro-4H-1,3 thiazine hydrochloride. In the group A (control) the rectus transverse miocutaneous flap was undermined and elevated with suture in bed. In the groups B, C, D, E, F e G were accomplished differents techniques of delay operations. The measure of necrosis was accomplished in five day after operation with mould of transparency and pen of fine point in milimetral paper. Results: Statistical analysis was performed with Least Significante Difference test. In the group A (control) the percentage of necrosis was estatistical significante higher than groups B, C, D, E, F, G e H. In the group C the percentage of necrosis was estatistical significante lower than groups H,B,F e G and similar than groups D e E. Conclusions: The delay operation with section rectus abdominis muscles and cauterize deep epigastric superior vessels is the most efective in reduction of necrosis in the rectus transverse miocutaneous flap.
Objetivo: Padronizar as técnicas operatórias de autonomização aplicadas previamente ao descolamento e elevação do músculo reto do abdome (Retramcur) com sutura no próprio leito e estabelecer qual delas é a mais efetiva na redução da necrose do retalho. Métodos: Oitenta ratas Wistar, pesando entre 250gramas a 300gramas foram distribuídas aleatoriamente em oito grupos de dez ratas (n=10). O grupo A foi considerado o grupo controle, no qual as ratas foram submetidas ao descolamento e elevação do Retramcur, com sutura no próprio leito. Os animais dos grupos B, C, D, E, F, G e H foram submetidos a diferentes técnicas operatórias de autonomização previamente ao descolamento e elevação do Retramcur, com sutura no próprio leito. As medidas das áreas de necrose do Retramcur foram realizadas no quinto dia pós-operatório, utilizando-se um molde retirado de uma folha de transparência, caneta de ponta fina Pilot ® e folha milimetrada padronizada, papéis técnicos Foroni ® , na qual foi realizada a medida da extensão da área de necrose de cada retalho em porcentagem. Resultados: Para análise estatística dos resultados foi aplicado o teste para diferenças significativas mínimas ou LSD (Least Significante Difference). O grupo A (controle) apresentou, em média, porcentual de área de necrose estatisticamente superior em relação aos demais grupos. A técnica operatória utilizada nos animais do grupo C apresentou, em média, porcentual de área de necrose estatisticamente inferior a dos grupos H, B, F e G e semelhante a dos grupos D e E. Conclusão: Os resultados encontrados permitem concluir que a técnica operatória de autonomização mais efetiva na redução da área de necrose do Retramcur é a que seccionou ambos os músculos retos do abdome e cauterizou ambos os vasos epigástricos superiores profundos, utilizada nos animais do grupo C.
Biblioteca responsável: BR68.1