Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estudo morfológico da articulação do joelho de coelhos após a reparação de um defeito osteocondral

Massaschi Inouye, Celso; José Fagundes, Djalma; Faloppa, Flávio; Ferreira Novo, Neil; Juliano, Yara; Silveira de Figueiredo, Arthur; Omar Taha, Murched.
Acta cir. bras.; 17(6)2002.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-448388

Resumo

OBJECTIVE: To study the morphology in the rabbit's knee joint after the reparation of a defect in the osteochondral's standardized with suture wire polidioxanone, proceeded a criation of one osteochondral's defect in the medial condyle femoral in 80 rabbit's knees, albinos, males, aged between 5 and 8 months and weight between 2600 and 3000g. METHODS: The animals were distributed into 2 groups with following by 7 and 42 days and submitted to the technique A (resection and withdrawal of osteochondral's fragment in the medial condyle femoral and replacement with suture wire monofilament absorbable polidioxanone - PDX), technique B (resection and withdrawal of osteochondral's fragment in the medial condyle femoral and it is used as a autograft, after 180º rotation, in anteroposterior sense and synthesis in contralateral's knee with monofilament suture wire absorbable polidioxanone - PDX) or technique C (resection and withdrawal of osteochondral's fragment in the medial condyle femoral, leaving the standard defect empty in contralateral's knees in those which they were operated by techniques A or B) as control. RESULTS: They did clinical, radiographic, macroscopic and histological's studies in these 2 groups, showing the replacement of fragment or osteochondral's autograft, which facilities the perfect integration of fragment in the femoral condyle without shift or necrosis cartilaginous or osteal, in which knees were submitted by a simple resection of fragment, with following 42 days, there weren't cartilaginous formation in articular's surface having predispose to the osteophyte's formation, showing a significant relation between technique C and the presence of osteophytes. CONCLUSION: It comes to a conclusion that reconstitution of joint surface with replacement of fragment or osteochondral's graft fixed with suture wire PDX is feasible and it presented better result than a simple resection of the fragment.
OBJETIVO: Com a finalidade de estudar a morfologia da articulação do joelho de coelhos após a reparação de um defeito osteocondral padronizado com fio de sutura polidioxanone, procedeu-se a criação de um defeito osteocondral em côndilo femoral medial do joelho de 80 coelhos, albinos, machos, com idade entre 5 a 8 meses e peso entre 2.600 e 3.000g. MÉTODOS: Os animais foram distribuídos em 2 grupos com seguimentos de 7 e 42 dias e submetidos à técnica A (ressecção e retirada do fragmento osteocondral; recolocação e síntese de fio PDX-00), técnica B (ressecção e retirada do fragmento osteocondral; reposição como enxerto autólogo no joelho contralateral, após rotação de 180º no sentido ântero-posterior; síntese com fio PDX-00) ou técnica C (ressecção e retirada do fragmento osteocondral deixando o defeito padrão vazio, nos joelhos contralaterais aos operados pela técnica A ou B) como controle. RESULTADOS: Fez-se estudo clínico, radiográfico, macroscópico e histológico nos dois grupos mostrando que a recolocação do fragmento ou enxerto autólogo osteocondral facilita a perfeita integração dos fragmentos aos côndilos femorais, sem deslocamento ou necrose cartilaginosa ou óssea; que nos joelhos submetidos a ressecção simples do fragmento com seguimento de 42 dias, não houve formação de cartilagem na superfície articular, havendo predisposição à formação de osteofitos, mostrando relação significante entre a técnica C e a presença de osteofitos. CONCLUSÃO: Concluiu-se que a reconstituição da superfície articular com recolocação do fragmento ou o enxerto autólogo osteocondral fixado com fio de sutura PDX é exeqüível e apresentou melhor resultado do que a ressecção simples do fragmento.
Biblioteca responsável: BR68.1