Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Sutura arterial com técnicas contínua e de pontos separados, utilizando-se os fios polipropilene e polidioxanone: estudo experimental em coelhos

Leonardo Kerdahi Leite de Campos, Nelson; Kinumi Ueda, Anete; Augusto de Moraes-Silva, Marcos.
Acta cir. bras.; 18(5)2003.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-448499

Resumo

PURPOSE: To assess the arterial suture, comparing continuous and interrupted techniques, in abdominal aorta of growing rabbbits, using two types of suture material: Polypropylene 7-0 (nonabsorbable) and Polydioxanone 7-0 (absorbable). METHODS: Groups: GI - Control, without arterial suture; GII - Polypropylene, Interrupted technique; GIII - Polipropilene, Continuous technique; GIV - Polydioxanone, Interrupted technique and GV - Polydioxanone, Continuous technique. Each group was subdivided in four Moments of Euthanasia , according with the number of days after surgery: 7 , 14 , 30 and 60 days. The following itens were assessed: weight, arterial diameters and pulse, stenosis, thrombosis, tissue adherence at the suture line, aortography, suture material visibility, suture line healling visibility and microscopic study. RESULTS: a) after 60 days, the suture line site had a significant growing in all groups; b) interrupted technique result less suture line stenosis in surgical act and in euthanasia c) the difference between groups showed in the microscopic study, was transitory, not pesisting after 60 days post surgery; CONCLUSION: Polydioxanone is better than polypropylene for suture in growing artery, not causing (or causing little) restriction to the growing of the suture line, even though using continuous technique.
OBJETIVO: Observar o comportamento da sutura arterial em aortas abdominais de coelhos em crescimento, comparando-se as técnicas contínua e com pontos separados, empregando-se dois tipos de fios: Polipropilene 7-0 (inabsorvível) e Polidioxanone 7-0 (absorvível). MÉTODOS: Grupos: GI - Controle (sem sutura); GII - Polipropilene, Pontos Separados; GIII - Polipropilene, Contínua; GIV - Polidioxanone, Pontos Separados e GV - Polidioxanone, Contínua. Cada grupo foi subdividido em quatro Momentos de Eutanásia: aos 7, 14, 30 e 60 dias de pós-operatório. Foram avaliados: peso dos animais, diâmetros e pulsos arteriais, estenose, trombose, aderências, aortografia, visibilidade do fio, cicatrização e microscopia. RESULTADOS: a) após 60 dias, o local da linha de sutura cresceu de forma significativa em todos os grupos; b) a técnica de sutura com pontos separados causou menor estenose da linha de sutura, observada tanto no ato cirúrgico, como na eutanásia dos animais; c) no exame histopatológico, as diferenças encontradas entre grupos foram transitórias, não persistindo após 60 dias de pós-operatório. CONCLUSÃO: O polidioxanone mostrou ser a melhor opção, entre os dois fios, para sutura de artérias em crescimento, pois causa pouca ou nenhuma restrição ao crescimento arterial na linha de sutura, mesmo quando se emprega a técnica contínua.
Biblioteca responsável: BR68.1