Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ligation of the abdominal esophagus decreases scorpion toxin-induced gastric secretion in rats

S. Vidal, Claudia; Vinicius Melo Andrade, Marcus; Viana, Gisele; L. Silva, Alcino; Moraes-Santos, Tasso; M. S. Gonzaga, Heloísa; Renan Cunha-Melo, José.
Acta cir. bras.; 19(3)2004.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-448610

Resumo

PURPOSE: Scorpion toxin purified from Tityus serrulatus venom (Tx) induces an increase in volume, acidity and pepsin secretion in the gastric juice of rats. Ligation of oesophagus has been shown to reduce the acid gastric secretion in rats. The aim of this paper was to determine the influence of the esophageal ligation on gastric secretion induced by Tx in rats METHODS: Forty-four male albino rats were given water ad libitum, but no food for 20 to 24 hours, anesthetized with urethane and the trachea and jugular vein cannulated. Cervical or abdominal esophageal ligation or sham-operations were performed before and after the injection of 0.25 mg/kg of scorpion toxin (fraction T1) into the jugular vein. One hour later, the volume, acidity, pH and peptic activity of gastric juice were determined. RESULTS: The scorpion toxin induced an increase in gastric juice volume, acidity and pepsin output and a decrease in pH when injected into the vein of intact animals or in sham-operated animals. Cervical esophagus ligation did not interfere with the effects of toxin, however, ligation of the abdominal esophageal decreased the toxin effect on the rat stomach. CONCLUSION: Ligation of the abdominal esophagus decreases the gastric secretion induced by scorpion toxin.
OBJETIVO: A toxina de escorpião purificada do veneno do escorpião Tityus serrulatus (Tx) induz um aumento no volume, acidez e secreção de pepsina no suco gástrico de ratos. A ligadura do esôfago diminui a secreção ácida do estômago em ratos. O objetivo deste trabalho foi determinar a influência da ligadura do esôfago sobre a secreção gástrica induzida pela Tx em ratos. MÉTODOS: 44 ratos machos, brancos foram administrados água ad libitum, mas não alimentados por 20 a 24 horas, anestesiados com uretana e canulados a traquéia e a veia jugular. Foram realizadas as ligaduras do esôfago cervical ou abdominal ou operações simuladas antes e após a administração na veia jugular de 0,25 mg/kg de toxina de escorpião (fração T1). Uma hora após foram determinados o volume, acidez, pH e atividade péptica do suco gástrico. RESULTADOS: A toxina de escorpião induziu um aumento do volume do suco gástrico, da acidez gástrica e da produção de pepsina e uma diminuição do pH quando injetada na veia de animais não operados ou com operação simulada. A ligadura do esôfago cervical não interferiu nos efeitos da toxina, enquanto a ligadura do esôfago abdominal diminuiu os efeitos da toxina no estômago do rato. CONCLUSÃO: A ligadura do esôfago abdominal diminui a secreção gástrica estimulada pela toxina de escorpião.
Biblioteca responsável: BR68.1