Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Peptídeo relacionado ao gene da calcitonina por iontoforese na viabilidade de retalho cutâneo randômico em ratos

Esteves Junior, Ivaldo; Masako Ferreira, Lydia; Eloin Liebano, Richard.
Acta cir. bras.; 19(6)2004.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-448663

Resumo

Purpose: Assess the effect of the local administration of calcitonin gene-related peptide (CGRP) by iontophoresis on the viability of random skin flap in rats. Methods: Sixty Wistar-EPM 1 rats were submitted to dorsal skin flap of cranial base 10 x 4 cm with interposition of a plastic barrier between the skin flap and the donnor site. The animals were randomly distributed in four groups (n = 15 in each group) and were treated as follows: in group 1 (control), animals were submitted to a simulation of electrical current for 20 minutes; group 2, (iontophoresis placebo) animals were submitted to direct current of 4mA amplitude for 20 minutes; group 3 (absorption control) receive simulation of electrical current for 20 minutes with CGRP on one of the electrodes; group 4 (iontophoretically treated) treated by iontophoresis with CGRP. In all groups the procedures were performed immediately after the surgery and the two subsequent days. Results: The percentage of the necrosis area was calculated in all groups on the seventh postoperative day and results were as follows: group 1- 48%; group 2 - 51%; group 3 - 46% and group 4 - 28%. The statistical analysis presented significant difference when the comparison of group 4 to the other groups. Conclusion: The topical administration of the CGRP by iontophoresis is efficient to increase the viability of the random skin flap random in rats.
Objetivo: Investigar o efeito da administração tópica do peptídeo relacionado ao gene da calcitonina (CGRP) por iontoforese na viabilidade de retalho cutâneo randômico em ratos. Métodos: Sessenta ratos Wistar EPM-1, adultos e machos foram submetidos a retalho cutâneo randômico. Os animais foram distribuídos aleatoriamente em quatro grupos. Nos animais do grupo 1 (controle, n=15) realizou-se simulação de estímulo elétrico, no grupo 2 (iontoforese placebo, n=15) os animais foram submetidos à corrente contínua, no grupo 3 (controle de absorção, n=15) os animais receberam simulação de estímulo elétrico com CGRP e, por fim os animais do grupo 4 (tratado, n=15) foram tratados com iontoforese de CGRP. Em todos os grupos estes procedimentos foram realizados imediatamente após a técnica operatória e nos dois dias subsequentes. A porcentagem da área de necrose foi avaliada no sétimo dia de pós-operatório. Resultados: A média das porcentagens das áreas de necrose foram: grupo 1- 48%, grupo 2 - 51%, grupo 3 - 46% e, grupo 4 - 28%. A análise estatística, através do teste de Kruskal-Wallis, evidenciou diferença significante (p 0,001). Conclusão: a administração tópica de CGRP por iontoforese é eficaz em aumentar a viabilidade de retalho cutâneo randômico em ratos.
Biblioteca responsável: BR68.1