Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

DISTRIBUTION AND FEEDING ECOLOGY OF THE AFRICAN TILAPIA Oreochromis mossambicus (TELEOSTEI, PERCIFORMES, CICHLIDAE) IN SURINAME (SOUTH AMERICA) WITH COMMENTS ON THE TILAPIA-KWIKWI (Hoplosternum littorale) (TELEOSTEI, SILURIFORMEs, CALLICHTHYIDAE) INTERACTION

. L, Jan; L. VAN DER LUGT, Frank.
Acta amaz.; 25(1)1995.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-449632

Resumo

The geographical distribution of the African Tilapia Oreochromis mossambicusin Suriname is restricted to a narrow strip of land along the Atlantic coast. Within the coastal plain, O. mossambicusoccurs in brackish lagoons, oligohaline canals, and shell-sand pit lakes. Physico-chemical characteristics and phytoplankton composition of representative Tilapia water bodies are described. Blue-green algae and fine flocculent detritus are dominant food items in the diet of the Tilapia, while Rotifera and microcrustacea are also important in the diet of larvae and juveniles. Intraspecific diet overlap among ontogenetic stages of the Tilapia did not differ significantly from 1, which means that these diets showed complete overlap. Interspecific diet overlap between the Tilapia and the indigenous armoured catfish Hoplosternum littoralewere moderate or low. The results are discussed in relation to recent developments in the Surinamese fisheries and aquaculture sector.
A distribuição geográfica da tilápia africana Oreochromis mossambicusno Suriname está limitada a uma pequena faixa de terra ao longo da costa Atlântica, Dentro desta área, O. mossambicusocorre em lagoas de baixa profundidade, canais oligohalinos e em lagos arenosos. As características fisico-quimicas e a composição em fitoplancton do meio aquático onde a tilápia ocorre são descritos. As algas azul-verde e detritos finos e floculentos são os alimentos dominantes na dieta da tilápia, enquanto que os rotíferos e os microcrustáceos são também importantes na dieta de larvas e juvenis. A sobreposição intraespecífica da dieta dentro dos estados ontogenéticos da tilápia não difere significativamente de 1, o que significa que essas dietas mostraram uma sobreposição completa. A sobreposição interespecifica da dieta entre a tilápia e o peixe-gato indigeno Hoplosternum littoralefoi moderada ou baixa. Os resultados são discutidos em relação aos recentes desenvolvimentos nos setores da pesca e aquacultura do Suriname.
Biblioteca responsável: BR68.1