Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

PROPAGAÇÃO ASSEXUADA DO CAMU-CAMU (Myrciaria dúbia) ATRAVÉS DE ENXERTIAS DO TIPO GARFAGEM

Alberto do N. FERREIRA, Sidney; Felipe de O. GENTIL, Daniel.
Acta amaz.; 27(3)1997.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-449680

Resumo

The camu-camu tree (Myrciaria dubia (H.B.K.) McVaugh), an Amazonian native species whose fruits possess very high vitamin C content, is normally propagated by seeds that do not guarantee the reproduction of good characteristics. The objective of the present study was to evaluate the asexual propagation of camu-camu through different grafting methods for multiplication of the selected plants in Manaus, Amazonas, Brazil. The grafting was carried out with 1 year-old root-stocks grown under 50 % shade, with an average stem diameter of 6 mm and height of 80 cm. The side cleft graft (65 % take) and simple side graft (52 %) were the methods that gave best results. The top cleft graft (34 %) and saddle graft (9 %) were not satisfactory, although the first had not differ significantly from methods that showed best results.
O camu-camu (Myrciaria dubia (H.B.K.) McVaugh), espécie nativa da Amazônia, cujos frutos apresentam elevado teor de vitamina C, normalmente é propagado através da semente o que não garante a reprodução de bons caracteres. Esta pesquisa teve por objetivo avaliar a multiplicação do camu-camu por meio de diferentes métodos de enxertias do tipo garfagem, visando a produção de material selecionado na região de Manaus, AM. As enxertias foram realizadas quando as mudas alcançaram um ano de idade com, em média, diâmetro do colo de 6 mm e altura de 80 cm, em viveiro coberto com tela de sombrite de 50 % de luminosidade. A enxertia do tipo garfagem com fenda lateral (65 %), seguida da garfagem lateral simples (52 %), foi o método que apresentou o melhor resultado na propagação assexuada do camu-camu. As garfagens de topo com fenda cheia (34 %) e fenda a cavalo (9 %) foram os métodos que registraram os mais baixos índices de pegamentos, embora a primeira não tenha diferido significativamente dos métodos que apresentaram os melhores resultados.
Biblioteca responsável: BR68.1