Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Spatial and temporal distribution of a tiger beetle guild (Coleoptera: Carabidae: Cicindelinae) along a 105m long transect in the reserva florestal A. Ducke near Manaus (Central Amazonia)

PAARMANN, Wilfried; ADIS, Joachim; LÜDECKE, Kirsten; TOBASCHUS, Nicole; R. V. da FONSECA, Claudio.
Acta amaz.; 28(3)1998.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-449717

Resumo

The spatial and temporal distribution of a guild of eight diurnal tiger beetle species was studied on a 105 m long transect near the field station of the Reserva Florestal A. Ducke near Manaus (AM), Brazil. The transect followed a path that included both shaded and an open areas. Five of the species, restricted to primary forest, occurrred only in shaded areas of the transect, and three species occurred in open areas. Of all eight species only two of the open habitat species showed no clear seasonality in adult activity. In six species the activity of adults was limited to the rainy season. The most pronounced annual rhythm was found in Pentacomia ventralis, an open habitat species. Activity of adults was limited to October/November. First in-star larvae appeared shortly thereafter. Larval development mainly took place from January to May. The third instar larva entered a dormancy which lasted up to 10 months, and which enabled the synchronisation of emerging adults with annual seasons.
A distribuição espacial e temporal de uma associação de cicindelídeos diurnos foi estudada num transecto de 105 m próximo à estação de campo da Reserva Florestal A. Ducke, perto de Manaus (AM), Brasil. O transecto seguiu uma trilha, incluindo áreas sombrias e ensolaradas. Cinco das espécies, restritas à floresta primária, ocorreram somente nas áreas sombrias do transecto, e três espécies ocorreram em áreas abertas. Das oito espécies, somente duas, dos habitats abertos, não mostraram uma distinta atividade sazonal. Em seis espécies, a atividade foi restrita à época de chuva. O ritmo anual mais pronunciado foi constatado para Pentacomia ventralis, uma espécie de habitats abertos. A atividade de adultos foi limitada a Outubro/Novembro. Larvas do primeiro estádio apareceram logo em seguida. O principal desenvolvimento larval foi de Janeiro até Maio. A larva do terceiro estádio entrou em dormência, com uma duração de até 10 meses, possibilitando assim a sincronização da eclosão dos adultos com as estações do ano.
Biblioteca responsável: BR68.1