Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Esfingofauna (Lepidoptera: Sphingidae) do Parque Nacional do Jaú e arredores, Amazonas, Brasil

da Silva MOTTA, Catarina; ANDREAZZE, Ricardo.
Acta amaz.; 31(4)2001.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-449889

Resumo

A survey of Sphingidae fauna (Lepidoptera, Sphingidae) were studied at Parque Nacional do Jaú and surroundings, Amazonas, Brazil during july/1993 to june/1996. The collects were made using a mixed mercury vapor lamp and black light UV on a white sheet in periods of 12 consecutive hours. 79 hawkmoths species, 25 genera in 2362 specimens were collected with predominance of the species of tribe Dilophonotini (45 species), followed by Sphingini (13), Macroglossini (8), Philampelini (7) and Ambulycini (6). Data are compared with others areas of brazilian Amazonia: municipal district of Itacoatiara (AM), Ilha de Maracá and Pacaraima (RR). It is presented a list of species of hawk moths including 16 new register for the State of Amazonas and equal for all localities were collected.
A fauna de esfingídeos (Lepidoptera, Sphingidae) foi estudada no Parque Nacional do Jaú e arredores, Amazonas, Brasil, durante o período de julho de 1993 a junho de 1996. O método empregado para as coletas foi luz mista de mercúrio e luz negra UV montadas sobre um lençol branco em períodos de 12 horas consecutivas. Foram coletados 2362 espécimes de 25 gêneros e 79 espécies, com a predominância de espécies das tribos Dilophonotini (45 espécies), seguida por Sphingini (13 spp.), Macroglossini (8 spp.), Philampelini (7 spp.) e Ambulycini (6 spp.). Os dados são comparados a outras áreas da Amazônia brasileira: Município de Itacoatiara (AM), Ilha de Maracá e Pacaraima (RR). Apresenta-se uma lista das espécies de esfingídeos incluindo 16 registros novos para o Estado do Amazonas e igualmente para todas as localidades em que foram coletadas.
Biblioteca responsável: BR68.1