Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Quality and authenticity of samples of chamomile tea (Matricaria recutita L. Asteraceae) / Qualidade e autenticidade de amostras de chá de camomila (Matricaria recutita L. Asteraceae)

Janaína Sanchez Falkowski, Gislaine; Jacomassi, Ezilda; Seiko Takemura, Orlando.
R. Inst. Adolfo Lutz; 68(1): 64-72, 2009.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-452468

Resumo

The quality of chamomile (Matricaria recutita) tea marketed in the Umuarama City, PR, was assessed. The product authenticity, organoleptic characteristics, purity, humidity, total ashes contents, products labeling, and medium weight of collected samples were analyzed. In 85,7% of the samples in dehydrated whole flowers form and in 100% of the samples in the tea bags form presented > 5% of impurities. The occurrence of high contents of foreign organic matter changes the organoleptic characteristics of tea samples. Analyzing the description on the product labels, the lack of information was revealed, indicating non-conformity with the current legislation. According to the obtained results, it might deduce that the majority of analyzed products were not in accordance with Brazilian Drug Regulation. Thus, diligent efforts to carry out actions from sanitary surveillance are needed.
Com o objetivo de avaliar a qualidade dos chás de camomila (Matricaria recutita), comercializadas na cidade de Umuarama-Paraná, essas amostras foram analisadas quanto à autenticidade do produto, características organolépticas, pureza, teor de umidade e cinzas totais, rotulagem e peso médio, em relação aos correspondentes dados indicados no rótulo da embalagem. A presente análise mostrou a presença de taxas de impurezas acima de 5% em 85,7% das amostras de chá em forma de capítulos florais íntegros e em100% das amostras comercializadas na forma de sachet. O elevado teor de matéria orgânica estranha altera as características organolépticas do chá. Quanto aos descritivos nos rótulos da embalagem dos produtos verificou-se a falta de informações, o qual indica a não conformidade com a legislação vigente. Os dados do presente trabalho mostram que a maioria dos produtos comercializados não se encontrava em concordância com a legislação vigente. Torna-se, portanto, necessária maior assiduidade na ação fiscalizadora dos produtos alimentícios comercializados pela Vigilância Sanitária.
Biblioteca responsável: BR68.1