Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Efeito do laser terapêutico de baixa potência no gânglio da raiz dorsal L5 de camundongos submetidos ao esmagamento do nervo ciático / Effect of low-power laser therapy in L5 dorsal root ganglion of mice submitted to sciatic nerve crush injury

Tomazini, Ana Paula Inoe; Souza, Lucas Guilherme Aparecido Parra de; Araújo, Eduardo José de Almeida; Azevedo, Jorge Fernandes; Araújo, Cláudio Vieira de; Araújo, Simone Inoe; Leme, Marshal Costa; Gonçalves, Gentil Ferreira.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 48(1): 54-61, 2011. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-4623

Resumo

Avaliou-se o efeito o efeito da terapia laser de baixa potência (TLBP) na regeneração de neurônios periféricos de animais adultos. O nervo ciático direito de doze camundongos machos adultos foi esmagado com pinça hemostática durante 30 segundos. Os animais foram divididos aleatória e equitativamente em quatro grupos: HeNe, AsGa, NR e NOR. O grupo HeNe recebeu irradiação laser HeNe (3J/cm²). Os animais do grupo AsGa receberam radiação laser AsGa (30 mJ) e os animais remanescentes (NR) não foram radiados. A radiação transcutânea sobre o gânglio da raiz dorsal L5 foi realizada uma vez ao dia, por 21 dias. Outros quatro animais não foram operados e serviram como controle de normalidade (NOR). Decorridos 21 dias, fragmentos do nervo ciático foram coletados para avaliação morfológica e contagem do número de axônios. O gânglio da raiz dorsal L5 foi removido para a avaliação morfológica e contagem dos neurônios sensitivos sobreviventes à lesão. Os grupos que sofreram esmagamento do nervo sofreram redução no número de axônios quando comparados ao grupo não operado (NOR). O gânglio da raiz dorsal L5 também foi removido e seccionado em série para a contagem e mensuração dos neurônios sensitivos. Não se observou diferença entre os grupos quando considerada a área do pericário e o número de neurônios. Os resultados indicam que a TLBP não estimulou a regeneração de nervos em camundongos. A TLBP não teve ação neuroprotetora sobre os neurônios após a lesão dos seus axônios. (AU)
The purpose of this study was to assess the effect of low-power laser therapy (LPLT) on the regenerating peripheral neurons in adult animals. The right sciatic nerve of twelve mice adults was experimentally crushed with a Halstead forceps during 30 seconds. Animals were randomly distributed into three: HeNe, GaAs and NR. HeNe group received radiation laser HeNe (3 J/cm2). The animals of the GaAs group received GaAs laser irradiation (30 mJ) and the remnant animals (NR) were not radiated. The radiation was daily transcutaneously applied to L5 dorsal root ganglion, for 21 days. Other four non-operated animals served as normal controls (NOR). After 21 days, the sciatic nerve was collected and processed for histological assessment and axonal counting. The L5 dorsal root ganglion (DRG) was also removed for morphologic and morphometric evaluation of sensory surviving neurons. No difference was found in the number and size of DRG neurons among the experimental groups. The results indicate that LPLT did not improve regeneration of peripheral nerves in mice. LPLT had no neuroprotective effect on neurons after axonal lesion. (AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1