Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Seleção de isolados de fungos entomopatogênicos para o controle de Leptopharsa heveae (Hemiptera: Heteroptera, Tingidae) / Selection of entomopathogenic fungi strains for the control of Leptopharsa heveae (Hemiptera: Tingidae)

Silva, E. A. R; Batista Filho, A; Wenzel, I. M; Furtado, E. L; Almeida, J. E. M.
Arq. Inst. Biol.; 79(4): 549-556, out.-dez. 2012. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-4640

Resumo

Foram analisados vinte e sete isolados de fungos entomopatogênicos procedentes de diversos hospedeiros e regiões. A produção de conídios dos patógenos foi efetuada em placas de Petri contendo meio de cultura BDA. Insetos de terceiro instar de Leptopharsa heveae foram inoculados com uma suspensão fúngica na concentração de 1 x 109 conídios/mL. Avaliações de mortalidade confirmada foram efetuadas a cada dois dias e evidenciaram grande variação de virulência, sendo o isolado 1.189, de Metarhizium anisopliae, o mais virulento. Os cinco melhores isolados, mais os dois tidos como padrão por empresas do setor de heveicultura, foram então submetidos aos testes de produção. Para tanto, pré-matrizes em placas de Petri contendo meio de cultura BDA foram preparadas. A partir destas placas, matrizes contendo arroz como meio de cultura foram inoculadas com suspensão de conídios originária das pré-matrizes na concentração de 5 x 107 conídios/mL. Concluído o desenvolvimento dos patógenos nas matrizes, sacos de polipropileno contendo canjica de milho como meio de cultura foram inoculados com 40 mL da suspensão obtida a partir das matrizes. Após 15 dias de incubação, o conteúdo das sacolas foi avaliado quanto à produção e viabilidade de conídios. O isolado 1200, de Isaria fumosorosea, apresentou os melhores resultados de rendimento total e taxa de viabilidade e o isolado E9 de Metarhizium anisopliae foi o mais virulento ao percevejo de renda. (AU)
SELECTION OF ENTOMOPATHOGENIC FUNGI STRAINS TO LEPTOPHARSA HEVEAE(HEMIPTERA: TINGIDAE) CONTROL. Twenty-seven strains of entomopathogenic fungi from diverse hosts and geographic regions were tested for their virulence, total conidia production and viability rate. The conidia production was made in PDA medium. Leptopharsa heveae third instar nymphs were inoculated with fungi suspension at the concentration of 1 x 109 conidia/mL. In each two days, confirmed mortality evaluations were done and a large variation of virulence was observed, been 1,189, of Metarhizium anisopliae, the best one. The top five strains, plus the two standards, were then submitted to production tests. For this purpose, pre-matrices in PDA medium were prepared, from which matrices in rice medium were after inoculated at the concentration of 5 x 107 conidia/mL. From the rice matrices, polypropylene bags with maize medium were inoculated with 40 mL of these suspensions. After fifteen days of incubation, the bags content were evaluated for total conidia production and their viability. The 1200 strain, of Isaria fumosorosea, presented the best results in total yield and viability rate; to E9 strain of de Metarhizium anisopliaewas more virulent to rubber tree lacebug. (AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1