Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estimulative bee feeding supplemented with protein and its effect on honey production / Alimentação estimulante de abelhas suplementada com proteína e seu efeito na produção de mel

Conceição Almeida da Silva, Etelvina; Mário Barbosa da Silva, Ronaldo.
B. Indústr. Anim.; 42(2): 255-263, 1985.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-467344

Resumo

This paper reports a field trial carried out in the Estação Experimental de Zootecnia de Pindamonhangaba, State of São Paulo, Brazil, from October 1979, to October 1980, intended to know f the feeding honey bee colonies with sugar syrup, du ring the 6 7 weeks prior the nectar flow can result in even better honey yield when supplemented with protein. The underlying assumption was that, even when the bees have free access to natural pollen, the daily intake can remain in a level inadequate to supply the increased demand caused by the expansion of brood rearing. This would curtail brood rearing and prevent the colony from reaching full strength and productiveness. The experiment followed a randomized block design with 4 treatments and 4 replications. Treatments were: A = feeding with sugar syrup plus protein supplement made of soybean flour with 25% of pollen; B = feeding with sugar syrup only; C = colonies fed only protein supplement; D = control colonies, not fed. The results, in honey production of one season were: group B yielded 70% more than group D and group A, 15% more than B. Statistical analysis showed to be significant (P 0.05) the difference between A or B and D. It was concluded that, although stimulative feeding alone boosts the honey yield, the addiction of protein supplement will lead to better and safer result.
Em ensaio realizado na Estação Experimental de Zootecnia de Pindamonhangaba, SP, no período de outubro de 1979 a outubro de 1980, procuro-se verificar se a alimentação estimulante com xarope de açúcar, feita no período de seis a sete semanas anteriores à florada principal, pode proporcionar melhor resultado em aumento de produção de mel, quando adicionada de um suplemento protéico. A idéia subjacente é que, mesmo quando as abelhas dispõem de pólen para colher no campo, as quantidades obtidas diariamente podem não ser suficientes para suprir a demanda da colônia, intensificada em conseqüência da alimentação estimulante. Se tal acontecer, a expansão da ninhada será limitada por essa relativa escassez de pólen e a colônia deixará de atingir o pleno desenvolvimento e capacidade produtiva no momento da florada. O experimento, em blocos casualizados, Constou de quatro tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram: A = colônias alimentadas com xarope de açúcar mais suplemento protéico, feito de farinha de soja com 25% de pólen; B = colônias alimentadas com xarope somente; C = colônias alimentadas com o suplemento; e D = colônias testemunha não alimentadas. Os resultados, em produção de mel de uma florada foram: o tratamento B produziu 70% a mais do que o D e o tratamento A, 85% a mais do que o D. A análise estatística indicou serem significativas (P 0.05) as diferenças en
Biblioteca responsável: BR68.1