Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effects of magnetic treated water on serum concentration parameters and fat thickness / Efeito do tratamento da água por campo magnético sobre os parâmetros séricos e espessura de gordura subcutânea

Balieiro Neto, Geraldo; Ramos Nogueira, José; da Graça Pinheiro, Maria; Rodini Engracia Filho, Jair; Maria Molinaro Coelho, Cassia; da Luz e Silva, Saulo.
B. Indústr. Anim.; 70(2): 158-166, 2013.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-467871

Resumo

The goal of this study was to evaluate the effect of magnetic water on blood cells counts, biochemical profile, blood gas level and subcutaneous fat thickness of Jersey cows. This research was carried out at Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios - APTA, SP. Twenty six Jersey cows from the APTA were allotted into two groups: control (n=13), drinking regular water and the group consuming magnetic water (n=13). The animals were lactating around 150 days and pregnant around 60 days. Blood samples were collected from caudal auricular artery and jugular vein. The water treatment had no effect on hemogram (p>0.05). Higher pH (7.448 vs 7.407 mmHg, p 0.05) and lower PaCO2 (37.97 vs 42.47 mmHg, p 0.05) levels were detected in arterial blood of the group drinking magnetic water. The concentration of Na ion (138.8 vs 145.5 mmol/l, p 0.05) and serum triglycerides (10.4 vs 22.6 mg/dL, p 0.05) were significantly lower, resulting in smaller osmolality (273.30 vs 280.99 mOsm/kg, p 0.05) and subcutaneous fat thickness (0.2 vs 1.3 mm, p 0.05). In summary, the water treatment, evaluated in this study, may have decreased the risk of some metabolic disorders, such as acidosis and high serum concentration of Na and carbon dioxide.
O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do tratamento magnético da água dos bebedouros sobre o hemograma, perfil bioquímico sérico, hemogasometria e espessura de gordura subcutânea de bovinos. O ensaio foi conduzido na Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios - APTA, SP. Foram utilizadas 26 vacas da raça Jersey provenientes da APTA, distribuídas aos pares em dois grupos experimentais: controle (n=13), bebendo água não tratada e o grupo recebendo água submetida a campo magnético (n=13). Os animais encontravam-se lactantes por volta de 150 dias e gestantes por volta de 60 dias. As amostras de sangue foram colhidas da artéria auricular caudal e veia jugular. O tratamento magnético da água não teve efeito sobre o hemograma (p>0,05). Maiores valores de pH (7,448 vs 7,407 mmHg, p 0,05) e menores valores de PaCO2 (37,97 vs 42,47 mmHg, p 0,05), foram constatados no sangue de animais consumindo água submetida a campo magnético. Foram observadas reduções nas concentrações séricas de Na (138,8 vs 145,5 mmol/l, p 0,05) e triglicérides (10,4 vs 22,6 mg/dL, p 0,05), resultando em menor osmolaridade do sangue (273,30 vs 280,99 mOsm/kg, p 0,05) e menor espessura de gordura subcutânea (0,2 vs 1,3 mm, p 0,05) em animais consumindo água submetida a campo magnético. Conclui-se que o tratamento da água por campo magnético teria o potencial, neste experimento, de pre
Biblioteca responsável: BR68.1