Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Early inoculation of digestive flora on development of young calves / Inoculação precoce de flora digestiva no desenvolvimento de bezerros

Luiz Viana Coutinho Filho, José; Molinari Peres, Roberto; Luiz Justo, Célio; Alves Siqueira, Paulo; Magnoli Costa, Rogério.
B. Indústr. Anim.; 46(1): 143-149, 1989.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-468129

Resumo

Forty calves (males and females) Santa Gertrudis crossed were employed an experiment to study the effect of a inoculant of digestive flora on the ponderable development. The treatments began with animals of nearly one month of age and were attended till the seven months, jointly with his mothers. The same re divided in four groups of ten (five males and five females) which received the following treatments: A pasture plus mineral supplementation (M. S.) ad libitum, with weaning to the seven months; B pasture plus M.S. ad libitum, with weaning to the five months; C pasture plus 15 g of inoculant/head/each 3 days, plus M.S. ad libitum with weaning to the five months; D- pasture plus 5 g of inoculant/head/day, plus M.S. ad libitum, with weaning to the five months. The following parameters were studied: GPV5  average daily weight gain since the start in the experiment till the five months of age; GPV7  average daily weight gain since the start till the seven months and GPV5 -7 average daily weight gain of the five to the seven months. The experiment was carried out of 28/9/87 to 04/7/88, dates of the start first of animals in the treatments and of the last weighing of seven months, respectively. The experimental design was completly randomized, with four treatments and ten replications. The results got for each parameter studied were the following: GPV5  A = 0,85,
Quarenta bezerros (machos e fêmeas) foram utilizados para estudar o efeito de um produto inoculante de flora digestiva sobre o desenvolvimento ponderal. Os tratamentos experimentais iniciaram-se com animais de aproximadamente 1 mês de idade, sendo acompanhados até os 7 meses, juntamente com suas mães. Os mesmos foram divididos em 4 grupos de 10 (5 machos e 5 fêmeas), os quais receberam os seguintes tratamentos: A pastagem mais suplementação mineral (SM) ad libitum, com desmama aos 7 meses; B pastagem mais SM ad libitum, com desmama aos 5 meses; C pastagem mais 1 5gramas de inoculante/cabeça/cada 3 dias, mais SM ad libitum, com desmama aos 5 meses; D pastagem mais 5 gramas de inoculante/cabeça/dia, mais SM ad libitum, com desmama aos 5 meses. Foram estudados os seguintes parâmetros: GPV5  ganho de peso vivo diário desde a entrada no experimento até os 5 meses de idade; GPV7  ganho de peso vivo diário desde a entrada até os 7 meses e GPV5 - 7  ganho de peso vivo diário dos 5 aos 7 meses. O experimento foi conduzido de 28/9/87 a 04/7/88, datas da entrada dos primeiros animais nos tratamentos e da última pesagem de 7 meses, respectivamente. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com 4 tratamentos e 10 repetições. Os resultados obtidos para cada parâmetro estudado foram os seguintes: GPV5  A = 0,85, B = 0,85, C 0,90 e D - 0,76; GPV7 - A = 0,8
Biblioteca responsável: BR68.1