Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estudo genético de fatores de patogenicidade em Escherichia coli isoladas de suínos na região de Londrina, PR

rildaarildaarildaarilda; Eckehardt Muller, Ernst; César de Freitas, Julio; Alcindo Alfieri, Amauri.
Semina Ci. agr.; 7: 38-43, 1986.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-470294

Resumo

No presente trabalho foram estudadas 25 culturas de E.coli isoladas de leitões com diarréia, quanto a produção dos seguintes fatores de virulência: enterotoxina terlábil (LT), enterotoxina termoestável (STa) e os fatores de colonização K88 e K99. Foi testada a produção de hemolisina, colicina V e resistência a drogas antimicrobianas, além do estudo de transferência por conjugação dos plasmidios Col V, STa, Hly e K88. Nove amostras (36% produziram hemolisina e Colicina V, 4 (16%) LT, 3 (12%) STa e 3 (12%) K88. Das 25 cepas estudadas, 24 (96%) mostraram resistência a drogas e 21 (84%) resistência múltipla., das amostras resistentes 12 (50%) transferiram os marcadores de resistência às drogas das 9 amostras colicinogênicas, 5 transferiram o plasmídio Col V. Em 1 das 3 cepas produtoras de STa, os genes para STa foram transferidos juntos com os da colicina V num mesmo plasmídio. Em outra cepa, o plasmídio STa foi transferido para amostra receptora simultaneamente com o plasmídio que codifica a produção de colicina V e resistência à tetraciclina e estreptomicina. A informação genética para produção de hemolisina e antígeno K88 não foram transferidos para amostras receptoras.  
Biblioteca responsável: BR68.1