Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Morphogenetic and structural characteristics of xaraés palisadegrass subjected to grazing intensities / Características morfogênicas e estruturais do capim-xaraés submetido a intesidades de pastejo

Galzerano, Leandro; Braga Malheiros, Euclides; Raposo, Elisamara; da Silva Morgado, Eliane; Claudia Ruggieri, Ana.
Semina Ci. agr.; 34(4): 1879-1890, 2013.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-470360

Resumo

The aim of this study was to evaluate the effects of residual leaf area index (rLAI), years of evaluation and grazing cycles on the morphogenetic and structural characteristics of xaraés palisadegrass subjected to grazing intensities in two summers (years of evaluation). The experiment was carried out at the Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP, Campus de Jaboticabal, São Paulo, Brasil and the intensities of grazing were defined by four rLAI: 0.8, 1.3, 1.8 and 2.3. When the canopy intercepted 95% of incident light, the animals were placed on the pasture for grazing and kept until the rLAI target has been reached. Pastures were grazed by non-lactating Holstein cows (Bos Taurus Taurus L.), using the technique of mob-stocking. The morphogenetic and structural characteristics of xaraés palisadegrass respond effectively to weather conditions. There is variability in morphogenetic and structural characteristics in response to years and grazing cycles within years.
O objetivo com este trabalho foi avaliar os efeitos de índices de área foliar residual (IAFr), anos de avaliação e ciclos de pastejo sobre as características morfogênicas e estruturais do capim-xaraés sob pastejo, em dois verões agrostológicos (anos de avaliação). O experimento foi conduzido na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP, Campus de Jaboticabal, São Paulo, Brasil e as intensidades de pastejos foram definidas por quatro IAFr: 0,8; 1,3; 1,8 e 2,3. Quando o dossel interceptou 95% da luz incidente, os animais foram colocados no piquete para o pastejo e permaneceram até que o IAFr alvo foi alcançado. Os pastejos foram realizados por vacas da raça Holandesa (Bos taurus taurus L.) não lactantes, utilizando-se a técnica de mob-stocking. As características morfogênicas e estruturais do capim-xaraés respondem de forma efetiva as mudanças nas condições climáticas. Observa-se variabilidade nas características morfogênicas e estruturais em respostas aos anos de avaliação e ciclos de pastejo dentro de ano.
Biblioteca responsável: BR68.1