Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Fermentation, kinetics and ruminal degradation in sheep fed with carbohydrate sources associated with oil / Fermentação, cinética e degradação ruminal em ovinos alimentados com fontes de carboidratos associadas ao óleo

da Silva Morgado, Eliane; Maria Bertocco Ezequiel, Jane; Galzerano, Leandro; Braga Malheiros, Euclides; Corrêa Santos, Viviane; Wanderlei Cattelan, José.
Semina Ci. agr.; 34(6): 3081-3092, 2013.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-470449

Resumo

The objective this work was to evaluate the degradation, fermentation and kinetics of passage rumen fluid en sheep fed diets containing different carbohydrate associated with the oil. Four rumen cannulated sheep were allotted in 4 x 4 latin square. The treatments consisted of diets with high neutral detergent soluble fiber and diets with high starch associated or not with 4,2% of oil. Incubation times were 3, 6, 12, 24, 48, 72, 96 and 120 hours and ruminal fluid was collected at 0, 2, 4, 6, 8, 10, 12, and 24 hours after feeding. Diets high neutral detergent fiber soluble resulted in greater degradation of dry matter, crude protein, neutral detergent fiber soluble and starch, and higher pH values, butyric acid production, dilution rate and ruminal recycling compared with diets high starch content. The inclusion of 4,2% oil the different carbohydrate sources had no influence on the fermentation kinetics and degradation of the fiber. High content of neutral detergent soluble fiber in the diet favors the ruminal fermentation compared to the high starch content.
O objetivo deste trabalho foi avaliar a degradabilidade, fermentação e cinética da passagem de líquido ruminal em ovinos alimentados com dietas contendo diferentes carboidratos associados ao óleo de girassol. Quatro ovinos canulados no rúmen, foram distribuídos em delineamento em quadrado latino 4 × 4. Os tratamentos consistiram de dietas com alto teor de fibra solúvel em detergente neutro ou alto teor de amido, associadas ou não a 4,2% de óleo de girassol. Os períodos de incubação foram 3, 6, 12, 24, 48, 72, 96 e 120 horas e o líquido ruminal foi colhido nos tempos 0, 2, 4, 6, 8, 10, 12 e 24 horas após alimentação. As dietas com alto teor de fibra solúvel em detergente neutro (FSDN) proporcionaram maior degradação da matéria seca, proteína bruta, fibra solúvel em detergente neutro e amido, além de maior pH ruminal, produção de ácido butírico, taxa de diluição e de reciclagem ruminal em comparação às dietas com alto teor de amido. A inclusão de 4,2% de óleo às diferentes fontes de carboidratos não teve influência sobre a fermentação, cinética ruminal e degradação da fibra. Alto teor de fibra solúvel em detergente neutro na dieta favorece a fermentação ruminal em comparação ao alto teor de amido.
Biblioteca responsável: BR68.1