Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Height of grazing of oats and rye grass crops and physical quality of an Oxisol under farming-livestock integration / Altura de pastejo de aveia e azevém e qualidade física de um Latossolo Vermelho distroférrico sob integração lavoura-pecuária

Pim Petean, Leonardo; Antonio Tormena, Cássio; Fidalski, Jonez; José Alves, Sérgio.
Semina Ci. agr.; 30(4): 1009-1016, 2009.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-470466

Resumo

The intensity of animal trampling during forage-plant grazing can promote deleterious modifications in the physical quality of soils in farming-livestock integrated systems. The objective of this study was to evaluate the influence of height of grazing of oats and rye grass crops on the physical quality of the soil under farming-livestock integrated systems. The experiment was carried in 2002 in the county of Campo Mourão, Paraná State, Brazil in an Oxisol (Typic Paleudult), with very clayey texture, with the direct sowing of soy bean in the summer and of oats and rye grass crops in the winter. The treatments of grazing of oats and rye grass crops were maintained to 7, 14, 21 and 28cm, compared to a control treatment without grazing. In November of 2005, undisturbed soil samples were collected in the layers of 0-7.5 and 7.5-15cm of depth. Ten indicators of physical quality of the soil were evaluated. To maintain the physical quality of a very clayey Oxisol, in the depth of 0-15 cm, under grazing of oats and rye grass crops in the winter, the grazing height should be maintained to 21cm.
A intensidade do pisoteio dos animais durante o pastejo das forrageiras pode comprometer a qualidade física do solo no sistema de integração lavoura-pecuária. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da altura de pastejo de aveia e azevém na qualidade física do solo sob integração lavoura-pecuária. O experimento foi implantado em 2002, no município de Campo Mourão (PR), em um Latossolo Vermelho distroférrico textura muito argilosa, com a semeadura direta de soja no verão e de aveia e azevém no inverno. Foram avaliados os tratamentos de alturas de pastejo de aveia e azevém mantidos a 7, 14, 21 e 28cm, comparados a um tratamento testemunha sem pastejo de aveia e azevém. Em novembro de 2005, foram coletadas amostras indeformadas de solo nas camadas de 0-7,5 e 7,5-15cm de profundidade. Determinaram-se 10 indicadores de qualidade física do solo. Para manter a qualidade física de um Latossolo Vermelho distroférrico textura muito argilosa, na profundidade de 0-15 cm, sob pastejo da aveia e azevém no inverno, a altura de pastejo deve ser mantida a 21cm
Biblioteca responsável: BR68.1