Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Performance from birth to weaning of Santa Inês lambs born to ewes fed different levels of energy / Desempenho de cordeiros Santa Inês do nascimento ao desmame filhos de ovelhas alimentadas com diferentes níveis de energia

Alexandre Boscaro de Castro, Filipe; Luis de Azambuja Ribeiro, Edson; Albieri Koritiaki, Natália; Yurika Mizubuti, Ivone; das Dores Ferreira da Silva, Leandro; Sales Pereira, Elzânia; Pereira Pinto, Andréa; Constantino, Camila; Fernandes Junior, Francisco.
Semina Ci. agr.; 33(6): 3379-3388, 2012.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-470719

Resumo

The main objective of this study was to evaluate the influence of the energy levels in the diet of ewes in the last third of gestation and lactation on body measurements and weights of lambs from birth to weaning. As secondary objectives were also evaluated the effects of year of birth, sex of the lamb, type of birth and age of the ewe at lambing on the same characteristics. Forty-five Santa Inês lambs were evaluated. They were born from 40 ewes distributed randomly to three treatments: 2.0, 2.2 and 2.4 Mcal of metabolizable energy/kg of dry matter). Ewes were subjected to the experimental diets during the last third of gestation and lactation. Lambs were kept with their mothers until weaning, which occurred at 70 days. Feeding energy level did not affect traits measured on the lambs at birth. Regression analysis showed a linear increasing in all traits at weaning and in average daily gain until weaning as the energy level increased. Male lambs were heavier at birth and at weaning. All morphometric measurements performed were similar between males and females, except for thoracic perimeter at 70 days, which was higher in male lambs. Single lambs were larger and heavier than twin lambs. Lambs born from ewes of intermediate age (4 and 6 teeth) showed higher means for average daily weight gain. Among morphometric measurements, thoracic perimeter showed the best correlation to body
O principal objetivo deste trabalho foi avaliar a influência dos níveis de energia na alimentação de ovelhas no terço final da gestação e lactação sobre os pesos e medidas corporais de cordeiros do nascimento ao desmame. Como objetivos secundários avaliaram-se também os efeitos do ano de nascimento, do sexo da cria, do tipo de nascimento e da idade da ovelha ao parto sobre as mesmas características. Foram avaliados 45 cordeiros da raça Santa Inês, filhos de 40 ovelhas distribuídas de forma inteiramente casualizada em três tratamentos que se diferenciaram quanto ao nível energético da dieta (2,0; 2,2 e 2,4 Mcal de EM/kg de MS). As ovelhas estavam sujeitas as dietas experimentais durante o terço final da gestação e lactação. Os cordeiros permaneceram com suas mães até o desmame, realizado aos 70 dias. O nível de energia da alimentação das ovelhas não afetou os parâmetros mensurados nos cordeiros ao nascimento. A análise de regressão mostrou efeito linear crescente dos níveis de energia sobre todas as características avaliadas no desmame e nos ganhos até o desmame. Cordeiros machos apresentaram maiores pesos ao nascimento e ao desmame. Todas as medidas morfométricas realizadas foram semelhantes entre machos e fêmeas, com exceção para perímetro torácico aos 70 dias, que foi maior em cordeiros machos. Os cordeiros nascidos de partos simples foram maiores e mais pesados. Cordeiros fi
Biblioteca responsável: BR68.1