Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effects of postgrazing residue on morphogenetic and structural characteristics of Tifton 85 pastures / Efeitos de resíduos pós-pastejo sobre características morfogênicas e estruturais de pastos de Tifton 85

Ladeira Silva, Wilton; Cláudia Ruggieri, Ana; Andrade Reis, Ricardo; Garcia Silva Sobrinho, Américo; Braga Malheiros, Euclides.
Semina Ci. agr.; 37(4): 2043-2052, 2016.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-470885

Resumo

The ideal time to start grazing is when pastures reach 95% light interception. The use of residual leaf area index (rLAI) to time the interruption of grazing under intermittent grazing has recently been studied in forage species in different climatic conditions in Brazil. However, studies evaluating the formation and development of leaves and tillers through morphogenetic and structural variables in functional rLAI are still lacking for Tifton 85 pastures. Therefore, the objective of this study was to evaluate the effects of varying rLAI in successive grazing cycles on morphogenetic and structural characteristics of Tifton 85 pasture grazed intermittently by sheep. Morphogenetic and structural characteristics were evaluated in three grazing cycles under three rLAI conditions (0.8, 1.6, and 2.4). The regrowth interval (time taken to return to 95% light interception) of pastures increased from 21.33 to 29.66 days with decreasing rLAI. The leaf appearance rate increased at a rate of 0.02 leaves tiller-1 day-1 and the number of live leaves per tiller increased by 0.41 with decreasing rLAI. Phyllochron, leaf elongation rate, final leaf length, leaf senescence rate, and stem elongation rate decreased linearly with decreasing rLAI. The number of live leaves per tiller was lower (7.97) in the third grazing cycle, probably owing to the higher senescence rate observed that same cycle, wh
O momento de iniciar o pastejo quando os pastos atingem 95% de interceptação luminosa e de interrupção do pastejo por meio de índices de área foliar residual (IAFr), em situação de pastejo intermitente, recentemente vem sendo estudado em espécies forrageiras em distintas condições climáticas do Brasil, porém, pesquisas avaliando a formação e desenvolvimento de folhas e perfilhos por meio das variáveis morfogênicas e estruturais em função de IAFr são ainda inexistentes em pastos de Tifton 85. Por isso, objetivou-se com este trabalho, avaliar os efeitos de IAFr dos pastos, em ciclos de pastejos sucessivos, sobre as características morfogênicas e estruturais de Tifton 85 pastejados de maneira intermitente por ovinos. Características morfogênicas e estruturais dos pastos foram avaliadas em três ciclos de pastejo em função de três IAFr (0,8; 1,6 e 2,4). O intervalo de rebrotação dos pastos aumentou de 21,33 para 29,66 dias com a diminuição do IAFr. A taxa de aparecimento de folhas aumentou 0,02 folhas perfilho-1dia-1 e o número de folhas vivas por perfilho aumentou 0,41 com a diminuição do IAFr. Filocrono, taxa de alongamento de folhas, comprimento final de folha, taxa de senescência foliar e taxa de alongamento do colmo decresceram linearmente com a diminuição do IAFr dos pastos. Somente o número de folhas vivas por perfilho foi menor (7,97) no terceiro ciclo de pastejo, provavelme
Biblioteca responsável: BR68.1