Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Methods for harvesting and breaking the dormancy of Cassia ferruginea seeds / Método de colheita e superação de dormência na qualidade fisiológica de sementes de Cassia ferruginea

Chalita Martins, Cibele; Gomes Machado, Carla; Martinelli-Seneme, Adriana; Zucareli, Claudemir.
Semina Ci. agr.; 33(2): 491-498, 2012.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-471126

Resumo

The harvesting method of fruits of tree species should be adequate to obtain seeds of maximum physiological quality. When present, the dormancy of Cassia ferruginea seeds is due to seed coat impermeability to water. This research work viewed to find the best methods both for the harvesting and for the breaking of dormancy of seeds of that species. The experiment was conducted during two years. In the first, fruits shed from the mother plant and laying on the ground were picked and their seeds submitted to the following treatments: 1. control, 2. mechanical scarification of the seeds with sandpaper no. 220, 3. hot water for 5 minutes (initial and final temperatures of 82 and 69 ºC, respectively), 4. hot water for 15 minutes (initial and final temperatures of 82 and 51 ºC, respectively), 5. chemical scarification with H2SO4 (95%) for 20, 30, 40, 50. 60, 70, and 80 minutes. In the second year, seeds were submitted to treatments 2, 3, and 4 whereas acid scarification was applied for 30, 45, and 60 minutes. The results showed that seeds picked from the ground and those taken directly from the mother plant differ in their response to the dormancy breaking procedure. The results also showed that the seeds picked from the ground are better than those harvested directly from the plant and that, when dormant, the best results are attained when seeds are either submitted to mechanical sca
O método de colheita dos frutos deve ser adequado às características de cada espécie e permitir a obtenção de sementes com máxima qualidade. Sementes de Cassia ferruginea apresentam dormência devido à impermeabilidade do tegumento. Este trabalho teve o objetivo de determinar os métodos de colheita e de superação de dormência mais favoráveis à qualidade fisiológica de sementes de C. ferruginea. O trabalho foi conduzido em dois anos. No primeiro ano, os frutos foram colhidos no chão e as sementes foram submetidas aos seguintes tratamentos de superação de dormência: testemunha (1), escarificação mecânica em lixa número 220 (2), H2O quente por 5 minutos (temperaturas inicial e final de 82 oC e 69 oC respectivamente) (3) e por 15 minutos (temperaturas inicial e final de 82 oC e 51 oC, respectivamente), escarificação química com H2SO4 (95%) por 20, 30, 40, 50, 60, 70 e 80 minutos. No segundo ano as sementes foram colhidas no chão e na planta e as sementes foram submetidas aos tratamentos 1, 2, 3 e escarificação com H2SO4 por 30, 45 e 60 minutos (períodos de imersão em H2SO4 selecionados com base na germinação do experimento anterior). As sementes obtidas de frutos colhidos no chão ou na planta apresentam resposta diferenciada aos tratamentos de superação de dormência. Para a obtenção de sementes de C. ferruginea com máxima qualidade fisiológica, os frutos devem ser colhidos no chão e
Biblioteca responsável: BR68.1