Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Extraction and characterization of the pectin methylesterase (PME) of waste agroindustrial of the pineapple pearl / Extração e caracterização de pectinametilesterase (PME) de resíduos agroindustrais de abacaxi pérola

Almeida Carvalho, Elck; Alves de Melo Neto, Biano; Johann Holschuh, Heinz; Franco, Marcelo; Kersul do Sacramento, Célio.
Semina Ci. agr.; 33(6): 2257-2266, 2012.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-471172

Resumo

The objective was to obtain and characterize pectinmethylesterase (PME) of industrial residue from the Pearl Pineapple. Specific activities, the optimum conditions of pH and temperature, and also the thermal stability partially purified and concentrated PME were determined. The PME specific activity was 6.36 U/mg. The pH optimum of 7.5 PME was extracted, also considering alkaline. During the trial time, the partially purified PME maintained itself stable upon exposure to the temperatures of 25 and 60ºC. It obtained an activity elevation between 40 and 50ºC. In temperatures above 70ºC, there was a substantial reduction in a specific activity. The partially purified PME showed three gel polyacrylamide SDS-PAGE bands of apparent molar mass (MM) of 25.4 and 23.1 kDa and 16.4 kDa. These results demonstrate the feasibility of PME extraction from the Pearl Pineapples processed residue and its potential for use in manufacturing pulp and fruit juices, since the currently applied enzymes are imported and expensive.
Objetivou obter e caracterizar pectinametilesterase (PME) de resíduos industriais de abacaxi Pérola. Foram determinadas a atividade específica, as condições ótimas de pH e temperatura, bem como a estabilidade térmica da PME concentrada (PME-C) e PME parcialmente purificada (PME-PP). A atividade específica da PME foi de 6,36 U/MG. O pH ótimo da PME extraída foi 8,5, classificada como alcalina. Durante o tempo de ensaio, a PME-PP manteve-se estável mediante exposição a temperaturas entre 25 e 60C, obtendo uma elevação da atividade em 40 e 50C. Em temperaturas superiores a 70C, houve uma redução na atividade específica. A PME-PP mostrou três bandas no gel poliacrilamida SDS-PAGE de massas molares aparentes (MM) de 25,4 e 23,1 kDa e 16,4 kDa. Os resultados obtidos demonstram ser possível explorar o potencial de uso da PME extraída a partir do subproduto do processamento de abacaxi Pérola. Esta enzima está presente em praticamente todas as preparações enzimáticas comerciais para proteção e melhoramento da textura e firmeza de frutas e vegetais processados, na extração e clarificação de sucos de frutas. Atualmente, são importadas e tem elevado custo.
Biblioteca responsável: BR68.1