Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Nitrogen and age on the quality of elephant grass for agroenergy purpose grown in Oxisol / Nitrogênio e idade de corte na qualidade da biomassa de capimelefante para fins agroenergéticos cultivado em Latossolo

Alves Flores, Rilner; Urquiaga, Segundo; José Rodrigues Alves, Bruno; Santos Collier, Leonardo; Brás Zanetti, Juliano; de Mello Prado, Renato.
Semina Ci. agr.; 34(1): 127-136, 2013.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-471182

Resumo

 Nowadays one of the major challenge for research is the production of alternative agrifuels energy material derived from plant biomass. Allied to this, the proper management of nitrogen, becomes fundamental for productivity gains and improvement in quality of elephant grass biomass. Thus, the objective was to evaluate the effect of nitrogen fertilization and plant age effect on the quality of elephant grass biomass for energy purposes. The experiment was performed with genotype Paraíso, grown in a dystrophic Oxisol in the southern state of Tocantins. The design was randomized blocks with subdivided plots, situating plots as nitrogen rates (0, 50, 100 and 150 kg ha-1) and the subplots cutting age (120, 150 and 180 days after planting ) four replicates. We evaluated the relationship carbon/nitrogen (C:N) and leaf/stem (L:S), levels of neutral detergent fiber (NDF) and ash contents in dry biomass produced. The application of nitrogen increased by 12% to C:N ratio of the plant. The advanced age of cut forage was increased 9% in the C:N plant, however, decreased by 12 and 14% levels of ash produced in the stem and leaves, respectively. The production of elephant grass for agrifuels is feasible with management system proposed, quality characteristics desirable, such as high C:N ratio, above 40% and higt fiber content, above 50%.
Atualmente um dos grandes desafios para a pesquisa de agroenergia é a produção de material energético alternativo derivado da biomassa vegetal. Aliado a isso, o manejo adequado do nitrogênio, torna-se fundamental para obter ganhos de produtividade e melhoria na qualidade da biomassa de capim-elefante. Desse modo, objetivou-se avaliar o efeito da adubação nitrogenada e da idade de corte do capimelefante (Pennisetum purpureum) na qualidade da biomassa da forrageira para fins agroenergéticos. O experimento foi realizado com o genótipo Paraíso, cultivado em um Latossolo Vermelho Amarelo distrófico no sul do Estado de Tocantins. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com parcelas subdivididas, localizando-se nas parcelas as doses de nitrogênio (0, 50, 100 e 150 kg ha-1) e nas subparcelas a idade de corte (120, 150 e 180 dias após o plantio), quatro repetições. Avaliaram-se as relações carbono:nitrogênio (C:N) e colmo:folha (C:F), teores de fibras em detergente neutro (FDN) e os teores de cinzas produzidas na biomassa seca. A aplicação de nitrogênio incrementou em 12% a relação C:N da planta. A maior idade de corte da forrageira incrementou-se em 9% a relação C:N da planta, entretanto, diminuiu em 12 e 14% os teores de cinzas produzidas no colmo e nas folhas, respectivamente. A produção de capim-elefante para fins agroenergéticos é viável com o sistema de manejo propo
Biblioteca responsável: BR68.1