Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Carcass characteristics and meat quality of Santa Inês lambs fed with sunflower cake replacing cottonseed meal / Características de carcaça e qualidade da carne de cordeiros Santa Inês alimentados com torta de girassol em substituição ao farelo de algodão

Fernandes Júnior, Francisco; Luis de Azambuja Ribeiro, Edson; Yurika Mizubuti, Ivone; das Dores Ferreira da Silva, Leandro; Aurélio Alves de Freitas Barbosa, Marco; Pricila Pires do Prado, Odimári; Sales Pereira, Elzânia; Guimarães Pimentel, Patrícia; Constantino, Camila.
Semina Ci. agr.; 34(6): 3999-4014, 2013.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-471884

Resumo

The objective of this study was to evaluate carcass characteristics and meat quality of lambs fed sunflower cake to replace the protein of cottonseed meal. The experiment was conducted at the sheep sector at the Farm School, State University of Londrina. Thirty Santa Inês lambs, intact males, with age and weight at the beginning of the experiment of 80 days and 21.45 ± 2.16 kg, respectively, were used. It was used a completely randomized experimental design. The animals were divided into 5 treatments, with 6 replicates per treatment, according to the amount of protein of cottonseed meal replaced by protein of the sunflower cake (0, 20, 40, 60 and 80% of replacement). Carcasses were evaluated and the Longissimus dorsi was removed for analyzes of shear force, color, pH, marbling, water loss by pressure, sensory analysis, chemical analyses and lipid oxidation. Hot and cold carcass yields showed quadratic distributions, where the best values were found for treatments with low inclusion of sunflower cake. Carcass measurements, as well as cut yields were not affected by the content of sunflower cake. Regarding the parameters of lamb meat, only water losses during cooking and shear force were affected, being quadratic and linear, respectively. The meat was more tender in animals fed higher amounts of sunflower cake. The tasters of the sensory panel did not identify differences between
Objetivou-se com este trabalho avaliar as características de carcaça e qualidade da carne de cordeiros alimentados com torta de girassol em substituição a proteína do farelo de algodão. O experimento foi realizado no setor de ovinocultura da Fazenda Escola da Universidade Estadual de Londrina. Foram confinados por 60 dias, 30 cordeiros da raça Santa Inês, machos inteiros, com idade de 80 dias e peso médio no início do experimento de 21,45 ± 2,16 kg. O delineamento experimental foi completamente casualizado, sendo os animais divididos em 5 tratamentos, com 6 repetições por tratamento, de acordo com a quantidade de proteína do farelo de algodão substituída pela proteína da torta de girassol (0, 20, 40, 60 e 80% de substituição). Foram realizadas avaliações de carcaça e o Longíssimus dorsi foi retirado para análises de: força de cisalhamento, cor, pH, marmoreio, perda de água por pressão, análise sensorial, centesimal e oxidação lipídica. Os rendimentos de carcaça quente e fria apresentaram uma distribuição quadrática, sendo que os melhores valores encontrados foram para os tratamentos com baixa inclusão de torta de girassol. As medidas de carcaça, assim como rendimento dos cortes não foram afetados pelos teores de torta de girassol. Quanto aos parâmetros de carne ovina, apenas a perda de água na cocção e força de cisalhamento foram afetados, de forma quadrática e linear, respecti
Biblioteca responsável: BR68.1