Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Weight gain and carcass characteristics of lambs receiving different levels of energy in the ration / Ganho de peso e características da carcaça de cordeiros recebendo diferentes níveis de energia na ração

Piola Júnior, Walter; Luis de Azambuja Ribeiro, Edson; Yurika Mizubuti, Ivone; das Dores Ferreira da Silva, Leandro; Antonio da Rocha, Marco; Aurélio Alves Ferreira Barbosa, Marco; CiceroCiceroCiceroCicero; Henrique Pereira de Paiva, Fernando.
Semina Ci. agr.; 30(4): 935-944, 2009.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-471911

Resumo

This work was conducted with the objective of evaluating the influence of different levels of energy in the ration on the performance and carcass characteristics of sheep, finished in feedlot and slaughtered with 32 kg of live weight. Three treatments were evaluated: 2.23, 2.54 and 2.85 Mcal of ME/kg of DM, being the last treatment the recommendation of the National Research Council - NRC (1985) for weight daily gains of 250 g in lambs. Eighteen, intact, Texel crossbred lambs were used; six per treatment. Lambs were fed with isoprotein rations (16.70% CP). The energy recommendations proposed by the NRC (1985) resulted in smaller weight gains than expected. The energy level had a linear effect (P 0.05) on weight gain (?=-190+141X). Diets with greater energy supply rendered greater weight gains, and consequently less time for the termination of the lambs. Carcasses of animals slaughtered with similar weights presented different morphological characteristics.
Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a influência de diferentes níveis de energia na ração sobre o desempenho e características da carcaça de ovinos terminados em confinamento e abatidos aos 32 quilos de peso vivo. Foram avaliados três tratamentos: 2,23, 2,54 e 2,85 Mcal de EM/kg de MS, sendo o último tratamento, a recomendação estipulada pelo National Research Council - NRC (1985), para cordeiros com ganhos diários de 250 gramas. Foram utilizados 18 cordeiros inteiros, seis por tratamento, mestiços Texel, alimentados com rações isoprotéicas (16,70% PB). As recomendações de energia propostas pelo NRC (1985) propiciaram ganhos de peso menores do que os esperados. O nível de energia teve efeito linear (P 0,05) sobre o ganho de peso (y =-190+141X). Portanto, dietas com maior aporte energético propiciaram maior ganho de peso e consequentemente reduziram o tempo para a terminação dos cordeiros. Carcaças de animais abatidos com pesos similares apresentaram características morfológicas diferentes.
Biblioteca responsável: BR68.1