Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effect of genetic strain, cage space and dietetic tryptophan level on the laying hens performance / Efeito da linhagem, espaço na gaiola e nível de triptofano dietético no desempenho de poedeiras comerciais

Antonio Rech, Otávio; Waine Pinheiro, João; Aparecida Nicolao Fonseca, Nilva; Abércio da Silva, Caio; Oba, Alexandre.
Semina Ci. agr.; 31(4): 1051-1058, 2010.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-472577

Resumo

The aim of this study was to evaluate the effect of lineage, battery cage space allowance and tryptophan level in diet on commercial laying hens performance. A total of 720 hens from two different lineages and 31-47 weeks of age were used in a 2x3x4 factorial experimental design (lineages A and B; space allowances of 563, 450 and 375 cm2/animal and tryptophan levels of 0,175%; 0,195%; 0,392% e 0,591%), with twenty-four treatments and three replications each. The different space allowances were obtained according with the number of laying hens in the cage. The results showed effects of lineage on egg production, egg weight and animal mortality. When space allowance was reduced from 563 to 375 cm2/laying hen, the feed intake and egg weight decreased and animal mortality increased independent of hens lineage. In conclusion, the diets containing different levels of tryptophan were not efficient to control negative effects of overcrowding on laying hens performance.
Com o objetivo de avaliar os efeitos da linhagem, do espaço na gaiola e do nível dietético de triptofano sobre o desempenho produtivo de poedeiras comerciais leves foi conduzido um experimento com 720 galinhas de duas linhagens, 360 da linhagem A e 360 da linhagem B, das 31 à 47a semana de idade. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, em um esquema fatorial 2x3x4 (linhagens comerciais, A e B, espaço na gaiola, 563, 450 e 375 cm2/ave e nível dietético de triptofano, 0,175; 0,195; 0,392 e 0,591%), resultando em 24 tratamentos experimentais, com três repetições cada, totalizando 72 unidades experimentais. O número de poedeiras em cada gaiola variou com a área do piso. Os resultados obtidos permitem concluir que existem diferenças entre as linhagens comerciais testadas para as características produção de ovos, massa de ovos e mortalidade. A redução do espaço na gaiola de 563 para 375 cm2/ave diminuiu o consumo de ração, o peso médio de ovos e aumentou a mortalidade, independente da linhagem.  Os níveis dietéticos de triptofano não foram eficientes no controle dos efeitos negativos da criação de poedeiras em espaços reduzidos.
Biblioteca responsável: BR68.1