Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Reparação Cirúrgica de Fratura de Olécrano em Eqüino / Surgical Repair of an Olecranon Fracture in a Horse

Cezar de Oliveira Dearo, Antonio; Henrique Fonteque, Joandes; Delgado Vidal, Fabrício; Pirolo, Josmari.
Semina Ci. agr.; 31(1): 197-204, 2010.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-472764

Resumo

As fraturas de olécrano ocorrem freqüentemente em eqüinos, especialmente em potros jovens. A causa mais comum da fratura relaciona-se ao trauma externo originado, principalmente, por coices ou quedas.  Modalidades distintas de tratamento incluindo o repouso prolongado ou a reparação cirúrgica dos variados tipos de fratura têm sido executadas com diferentes resultados. Este trabalho tem por objetivo a descrição de um caso de fratura de olécrano em um eqüino adulto reparada cirurgicamente por meio de placa e parafusos ortopédicos. O animal apresentou recuperação plena da função locomotora desempenhando normalmente suas funções por mais 7 anos. Informações relativas ao histórico, sinais clínicos, diagnóstico, tratamento cirúrgico e prognóstico são discutidas e comparadas com a literatura. 
Olecranon fractures are frequently encountered in horses especially in foals. External trauma due to kicks or falls is the most common cause of the fracture. Treatment modalities of olecranon fractures including prolonged stall rest and surgical reconstruction of the different types of fractures have been proposed with different outcomes. This article describes a successful surgical reconstruction of an olecranon fracture in an adult horse repaired with a dynamic compression plate. The horse regained complete soundness and performed his job normally for additional 7 years. Information regarding the history, clinical signs, diagnosis, surgical treatment and long-term prognosis is discussed and compared with the current literature.
Biblioteca responsável: BR68.1