Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Aceturato de diminazeno e dipropionato de imidocarb no controle de infecção por Trypanosoma evansi em Rattus norvegicus infectados experimentalmente / Diminazene aceturate and imidocarb dipropionate in the control of Trypanosoma evansi infection in Rattus norvegicus experimentally infected

Silva, Aleksandro Schafer da; Tochetto, Camila; Zanette, Régis Adriel; Pierezan, Felipe; Rissi, Daniel Ricardo; Santurio, Janio Morais; Monteiro, Silvia Gonzalez.
Ci. Rural; 38(5): 1357-1362, ago. 2008. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-4782

Resumo

Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito do aceturato de diminazeno e do dipropionato de imidocarb no controle da infecção por Trypanosoma evansi em ratos (Rattus norvegicus) infectados experimentalmente. Cinqüenta e quatro ratos machos foram inoculados via intraperitonial com 104 tripomastigotas de T. evansi/animal. Os ratos foram monitorados diariamente por meio de esfregaço sanguíneo periférico. No momento em que se observassem oito protozoários por campo microscópico de 1000x, era iniciado o tratamento com as drogas (dia zero). O estudo foi dividido em dois protocolos terapêuticos e os fármacos foram administrados via intramuscular. O primeiro protocolo foi aplicado nos grupos A, B, C e D e o segundo protocolo nos grupos E, F, G e H. O grupo controle foi identificado como grupo I, não medicados. No primeiro protocolo, os ratos receberam uma dose única dos fármacos no dia zero e sempre que se observasse T. evansi na circulação periférica. No segundo protocolo, os roedores receberam as mesmas doses, no entanto, por cinco dias consecutivos. No primeiro protocolo, os dois princípios ativos não apresentaram eficácia curativa, ocorrendo reincidência da parasitemia após alguns dias do tratamento. No segundo protocolo, o aceturato de diminazeno eliminou a forma tripomastigota da circulação e os ratos foram eutanasiados após 90 dias do início do tratamento. Os roedores tratados com dipropionato de imidocarb apresentaram recidiva da infecção após 30 dias. Na histopatologia não se observou alteração renal e hepática relacionada à doença ou aos medicamentos testados. Com base nos resultados, foi concluído que o aceturato de diminazeno, quando administrado por cinco dias consecutivos, é efetivo no tratamento da tripanossomose em ratos.(AU)
The aim of this study was to evaluate the efficacy of diminazene aceturate and imidocarb dipropionate in the control of Trypanosoma evansi infection in rats (Rattus norvegicus) experimentally infected. Fifty-four male rats were inoculated through intraperitoneal route with 104 T. evansi trypomastigotes. The rats were evaluated daily by periferic blood smears examination and treated when eight flagellated parasites were observed in 1000x microscopic field. Two therapeutics protocols were used. The first one included Groups A, B, C, D in which the rats were submitted to a single dose of the testing drugs administered by intramuscular route at the day 0 and again when T. evansi was observed in the blood smears. The rats of the second protocol (Groups E, F, G, H) were submitted to the same treatment by five consecutive days. Four rats (Group I) were used as control and were not submitted to any treatment. Tested drugs did not show any curative effect when used in the first protocol, since parasitaemia was evident few days after treatment. The use of diminazene aceturate in the second protocol resulted in elimination of the trypomastigotes from circulation. In this case the rats were euthanized at the day 90. The infection recurred 30 days after the administration of imidocarb dipropionate. Histologically, no lesions were found in the liver or kidney. Diminazene aceturate is effective in treating trypanosomosis in rats when used five days consecutively.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1