Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Associação de sulfato de vincristina e Propionibacterium acnes no tratamento de papilomatose oral canina relato de caso / Association of vincristine sulfate and Propionibacterium acnes in treatment of canine oral papillomatosis - case report

Abreu, Claudine Botelho de; Oliveira, Luiz Eduardo Duarte de; Rios, Paula Baeta da Silva; Cerqueira, Juliana Aparecida; Schulien, Tatiana; Nogueira, Rodrigo Bernardes.
Vet. Not.; 21(1): 11-17, Jan-Jun. 2015. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-481052

Resumo

The oral papillomatosis is a benign epithelial neoplasm of viral etiology that affects mainly young and immunosuppressed animals, characterized by the development of proliferative masses called papillomas. The therapy of this disease is controversial and there isnt a highly effective treatment protocol yet. This study aims to report the use of a therapeutic protocol involving vincristine sulfate to immunostimulatory the basis of Propionibacterium acnes and liposaccharides of Escherichia coli in the treatment of oral papillomatosis in a dog. The treatment protocol consisted of weekly administration of vincristine intravenously starting at a dose of 0,025mg/kg; 0.035 mg/kg during the second week; and then 0.05mg/kg. P. acnes has administered at a dose of 1 ml intramuscularly according to the manufacturer"s indications (1 ml/10 kg) every 15 days. From the third week, there was the beginning of the involution of papillomas that were gradually receding until complete resolution of the disease in three months. In this case, the using therapy proved effective, since it has provided a cure of the disease. Thus, this therapeutic protocol may be an alternative for cases refractory to usual therapy with Thuya occidentalis.(AU)
A papilomatose oral é uma neoplasia epitelial benigna de etiologia viral que acomete, principalmente, animais jovens e imunossuprimidos, sendo caracterizada pelo desenvolvimento de massas proliferativas denominadas de papilomas. A terapia dessa enfermidade é assunto controverso, e até o momento, não há um protocolo terapêutico altamente eficaz. Assim, este trabalho tem como objetivo relatar a utilização de um protocolo terapêutico associando Sulfato de vincristina ao imunoestimulante a base de Propionibacterium acnes e lipossacarideos de Escherichia coli no tratamento de papilomatose oral em um cão. O protocolo terapêutico consistiu na administração semanal de vincristina por via intravenosa, iniciando com a dose de 0,025mg/kg; 0,035mg/kg na segunda semana; e, posteriormente, 0,05mg/kg. O P. acnes foi administrado na dose de 1ml por via intramuscular, segundo a indicação do fabricante (1ml/10kg), a cada 15 dias. A partir da terceira semana, observou-se o início da involução dos papilomas, que foram regredindo progressivamente até a resolução completa da doença em três meses. No presente caso, a terapia empregada mostrou ser eficaz, uma vez que proporcionou a cura da doença. Dessa maneira, esse protocolo terapêutico pode ser uma alternativa para casos refratários à terapia usual com Thuya occidentalis.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1