Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

INDUCED SPAWNING OF BRAZILIAN MOJARRA Eugerres brasilianus IN CAPTIVITY / INDUÇÃO HORMONAL DA DESOVA DA CARAPEVA Eugerres brasilianus EM CATIVEIRO

Passini, Gabriel; Vaz Avelar de Carvalho, Cristina; de Melo Costa, Wanessa; Ronzani Cerqueira, Vinicius.
B. Inst. Pesca; 39(4): 1-6, 2013.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-482147

Resumo

The objective of this study was to evaluate different dosages from one analogue of luteinizing hormone-releasing hormone (LHRHa) for induced spawning of Eugerres brasilianus broodstock in captivity. Wild fishes with an average weight 302.0 ± 45.0 g were kept in cages in estuarine water. There were tested two dosages, 15 g kg-1 and 30 g kg-1, and a control group that did not receive hormonal treatment. After induction, fishes were transferred to 500 L tanks in a proportion of two males for each female. Only hormonally induced fish spawned naturally in the tanks after 36 hours, at 26 ± 0.2C. Fertilization and hatching rates varied from 97 to 100% and 92 to 99% in treatments 15 g kg-1 and 30 g kg-1, respectively. The dosage of 15 g kg-1 of the hormone LHRHa is enough to obtain final maturation and spawning in E. brasilianus broodstock.
   O objetivo deste trabalho foi avaliar duas dosagens de um análogo do hormônio liberador do hormônio luteinizante (LHRHa) para indução a desova de reprodutores de Eugerres brasilianus em cativeiro. Os reprodutores selvagens, com peso médio de 302,0 ± 45,0 g, foram mantidos em tanques-rede em água estuarina. Foram testadas duas dosagens, 15 g kg-1 e 30 g kg-1, e um grupo controle, que não recebeu hormônio. Após a indução, os peixes foram transferidos para tanques de 500 L, na proporção de dois machos por fêmea. Somente os peixes induzidos com hormônio desovaram naturalmente, após 36 horas, a 26 ± 0,2C. As taxas de fertilização e eclosão variaram de 97 a 100% e 92 a 99% nos tratamentos 15 g kg-1 e 30 g kg-1, respectivamente. A dosagem de 15 g kg-1 do hormônio LHRHa é suficiente para obter a maturação final e a desova de reprodutores de E. brasilianus
Biblioteca responsável: BR68.1