Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Análise citogenética de oócitos de jaguatirica (Leopardus pardalis) e gato-do-mato-pequeno (Leopardus tigrinus) coletados após estimulação ovariana / Cytogenetic analyses of ocelot (Leopardus pardalis) and tigrinus (Leopardus tigrinus) oocytes collected after ovarian stimulation

Paz, Regina Célia Rodrigues da; Adania, Cristina Harumi; Barnabe, Valquíria Hippólito; Barnabé, Renato Campanarut.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 46(4): 309-316, 2009. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-5058

Resumo

Este estudo representa a primeira avaliação da maturação nuclear de oócitos por análise citogenética realizada em duas espécies de felídeos brasileiros ameaçados de extinção: L. pardalis (n=5) e L. tigrinus (n=4).Os animais foram submetidos à estimulação ovariana alternada come CG-hCG e pFSH-pLH a cada quatro meses pelo período de dois anos, perfazendo um total de 6 intervenções. Os oócitos foram recuperados por vídeo-laparoscopia, caracterizados quanto à morfologia e utilizados para determinação dos estágios do ciclo meiótico por análise citogenética e maturação pela caracterização de metáfase II. Dos 33 oócitos de jaguatirica avaliados 12% (n=4) apresentaram cromossomos condensados em seu interior e dos 11 oócitos de gato-do-mato-pequeno avaliados 36% (n=4)apresentaram cromossomos condensados em seu interior, no entanto,nenhum oócito encontrava-se em metáfase II. Avaliação morfológica dos oócitos mostrou as mesmas características encontradas em outros mamíferos. Comparando os tratamentos, não houve diferença significativa(p>0,05) no número total de estruturas ovarianas (folículos e corpos lúteos recentes) observadas em estimulações alternadas sucessivas, nas duas espécies estudadas. Também não houve diferença significativa em relação ao total de estruturas ovarianas encontradas em cada tratamento(5,7±1,2 eCG/hCG; 7,9±0,9 pFSH/pLH) para L. pardalis e (2,6±0,7eCG/hCG; 2,0±0,5 pFSH/pLH) para L. tigrinus. Apesar das limitações deste experimento e do número reduzido de oócitos avaliados podemos sugerir que a aspiração folicular após estimulação ovariana com eCG/hCG e pFSH/pLH alternadamente resulta na recuperação de oócitos imaturos, que necessitam de cultivo em meios específicos para atingir o estágio de Metáfase II.(AU)
This study represents the first assessment of oocytes nuclear maturation by cytogenetical analysis in two endangered Brazilian felids:L. pardalis (n=5) and L. tigrinus (n=4). Females were treated 6 times with alternating eCG/hCG and pFSH/pLH protocols using an interval of 4 months between each treatment. Ovarian follicular development and oocytes recovery were performed through laparoscopy. Recovered oocytes were submitted to the morphological and cytogenetical analysis in order to evaluate the meiotic cycle and maturation (metaphase II), respectively. In 33 ocelots oocytes observed 12% (n=4) showed condensed chromosomes and in 11 tigrinus oocytes observed 36% (n=4) showed condensed chromosomes. However no oocytes in metaphase II were observed.O ocytes morphological evaluation showed the same characteristics were observed in others mammals. Our results suggest that L. pardalis and L. tigrinus do not show a decrease (p>0.05) in ovarian response after repeated and alternate exposure to different gonadotropin treatments. In both L. pardalis and L. tigrinus, no differences (p>0.05)were found regarding to the number of total ovarian structures (total follicles and CL) during successive gonadotropin treatments. There were no differences (p>0.05) regarding to the total number of ovarian structures in L. pardalis (5.7 ± 1.2 eCG/hCG and 7.9 ± 0.9 pFSH/pLH) or L. tigrinus (2.6 ± 0.7 eCG/hCG and 2.0 ± 0.5 pFSH/pLH).With these results we can suggest that follicular aspiration after ovarian stimulation with exogenous gonadotrophins results in immature oocytes, needing in vitro culture in specific mediums for metaphase II stage was observed.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1