Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Modelo experimental de trauma medular agudo produzido por aparelho estereotáxico modificado / Experimental model of acute spinal cord injury produced by modified steriotaxic equipment

Torres, B. B. J; Silva, C. M. O; Almeida, Á. E. R. F; Caldeira, F. M. C; Gomes, M. G; Alves, E. G. L; Silva, S. J; Melo, E. G.
Arq. bras. med. vet. zootec; 62(1): 92-99, fev. 2010. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-5741

Resumo

Foram utilizados 55 ratos machos da espécie Rattus novergicus, variedade Wistar, com o objetivo de propor um modelo experimental de trauma medular produzido por aparelho estereotáxico modificado, capaz de reproduzir clinicamente lesões medulares padronizadas. Após realização de laminectomia dorsal de T13, utilizou-se peso compressivo de 50,5g (25 animais - grupo I) ou 70,5g (30 animais - grupo II), durante cinco minutos, comprimindo a medula espinhal. Os animais foram assistidos durante oito dias, por meio de testes comportamentais para avaliar a sensibilidade dolorosa, a capacidade motora, o posicionamento tátil e proprioceptivo e a capacidade de manter-se em plano inclinado. No grupo I, observaram-se déficits neurológicos moderados e transitórios, que variaram entre os animais. No grupo II, foi possível obter um trauma padronizado, caracterizado por paraplegia bilateral e simétrica dos membros posteriores, perda de propriocepção e da sensibilidade dolorosa de todos os animais. A utilização do aparelho estereotáxico desenvolvido permite reproduzir clinicamente trauma medular padronizado em ratos, de maneira simples, econômica e satisfatória, o que poderá proporcionar avanços nas investigações terapêuticas, abrangendo doenças neurodegenerativas, como é o caso do trauma medular agudo.(AU)
Fifty-five male rats (Rattus novergicus), Wistar variety, were used with the purpose of suggesting an experimental model of spinal cord trauma performed by using a modified stereotaxic equipment capable to reproduce clinically (standardized) pattern spinal cord injury. After dorsal laminectomy of T13, a compression was performed with 50.5g (25 animals - group I) or 70.5g (30 animals - group II) during five minutes on spinal cord. The animals were assisted during eight days by behavioral tests to evaluate painful sensibility, motor capacity, proprioceptive and tactil placing, and stability on inclined plan. In the group I, moderate and transitory neurological deficits were observed, that varied among the animals. In the group II, a standardized trauma was obtained, characterized by bilateral and symmetrical paraplegia of hindlimbs, loss of proprioception, and painful sensibility in all the animals. The use of developed stereotaxic equipment allowed to reproduce pattern spinal cord injury in rats, by a simply, economic, and satisfactory way. This can provide progresses in the therapeutic investigations embracing neurodegenerative diseases, like spinal cord injury.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1