Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Rickettsial infection in Cerro Largo, State of Rio Grande do Sul, Brazil / Infecção rickettsial em Cerro Largo, Rio Grande do Sul

Sangioni, L. A; Vogel, F. F. S; Cadore, G. C; Hilger, R. B; Tonim, R; Pacheco, R. C; Ogrzewalska, M; Labruna, M. B.
Arq. bras. med. vet. zootec; 63(2): 511-514, Apr. 2011. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-5965

Resumo

O presente estudo teve por objetivo avaliar, por imunofluorescência indireta, infecções ricketsiais em animais e humanos assintomáticos da área rural de Cerro Largo, RS. Dezesseis (51.6%) equinos, seis (22.3%) cães e oito (29.6%) humanos mostraram anticorpos reagentes (título <64) para Ricksettia rickettsii e para Ricksettia parkeri. Os estudos sorológicos indicaram que equinos, cães e humanos entraram em contato com rickettsias do grupo da febre maculosa nesse município. Dois cães mostraram títulos de R. parkeri no mínimo quatro vezes maior que os demais agentes ricketsiais testados e sugerindo que R. parkeri ou um genótipo próximo está circulando na região.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1