Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Composicão química, avaliacão físico-química e nutricional e efeito da expansão do milho e do farelo de soja para suínos em crescimento / Chemical composition, physical-chemical and nutritional evaluation and effect of expanded corn and soybean meal on growing swine

Veloso, J. A. F; Medeiros, S. L. S; Arouca, C. L. C; Rodriguez, N. M; Saliba, E. O. S; Oliveira, S. G.
Arq. bras. med. vet. zootec; 57(5): 623-633, out. 2005. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-6501

Resumo

Determinaram-se a composição química e as propriedades físico-químicas, a digestibilidade fecal dos nutrientes e os valores energéticos do milho, do milho expandido, do farelo de soja e do farelo de soja expandido, em suínos em crescimento. Foram feitas análises de rotina (análise proximal) e de energia bruta e análises específicas, como gelatinização do amido, nitrogênio insolúvel em detergente ácido, atividade ureática, solubilidade protéica em KOH 0,2% e microscopia eletrônica de varredura. Na determinação da digestibilidade, usaram-se 20 leitões machos castrados, com peso inicial médio de 33,630±1,011kg, distribuídos em delineamento experimental inteiramente ao acaso, com cinco tratamentos e quatro repetições por tratamento. Uma dieta basal foi substituída por 40% dos alimentos energéticos ou por 20% dos protéicos. Nos alimentos expandidos, houve modificações no perfil químico e nas propriedades físico-químicas que influenciaram a digestibilidade dos nutrientes, em relação aos alimentos in natura. Ocorreu gelatinização do amido, incrementando (P<0,05) a digestibilidade dos extrativos não nitrogenados (ENN) do milho expandido, e redução (P<0,05) da digestibilidade dos ENN do farelo de soja expandido. Os valores de digestibilidade da matéria seca e da energia do milho expandido e do farelo de soja expandido não foram afetados. Houve acentuada redução (P<0,05) da digestibilidade da proteína do milho expandido, mas não do farelo de soja expandido (P>0,05). O processo da expansão atuou diferentemente nas avaliações de laboratório e de digestibilidade dos nutrientes do milho e do farelo de soja expandidos.(AU)
Growing pigs were used in a trial to evaluate chemical composition, physical-chemical properties, fecal digestibility of nutrients and energetic values for corn, expanded corn, soybean meal and expanded soybean meal. Proximate analyses, crude energy and specific analyses, as starch gelatinization, acid detergent insoluble nitrogen, urea activity, 0.2% KOH protein solubility and scanning electronic microscopy were performed. Twenty growing castrated pigs averaging 33.630±1.011kg of live weight were used in a digestibility assay. The pigs were allotted to different metabolic cages, in a completely randomized design with five treatments and four replicates. The energetic feed substituted 40% and the proteic feed substituted 20% of a basal diet. Laboratory evaluations showed modification patterns for expanded feed that affected the nutrient digestibility, in comparison to in natura feed. The starch gelatinization increased (P<0.05) nitrogen free extract (NFE) digestibility in expanded corn, and reduced it (P<0.05) in expanded soybean meal, due to expansion process. The expanded corn and expanded soybean meal dry mater and energy digestibility were not affected. However, the soluble protein decreased for the expanded corn, and digestible protein was significantly depressed (P<0.05), but not for expanded soybean meal (P>0.05). The expansion process acts differently on laboratorial and on estimated digestibility for expanded corn and expanded soybean meal.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1