Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Anatomical and radiographic study of the white-eared opossum (Didelphis albiventris) skull / Estudo anatômico e radiográfico do crânio no gambá-de-orelha-branca (Didelphis albiventris)

Schimming, Bruno C; Reiter, Luís Felipe F; Sandoval, Lívia M; Filadelpho, André L; Inamassu, Letícia R; Mamprim, Maria Jaqueline.
Pesqui. vet. bras; 36(11): 1132-1138, nov. 2016. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-683709

Resumo

This study was made to investigate the anatomical features of the white-eared opossum skull, by osteology and radiographic anatomy. For this, five animals were used without sexual distinction. The skull was examined by radiographic and macroscopic characteristics. The skulls were then subjected to maceration. The skull was described macroscopically according to standard views, i.e. dorsal and caudal, lateral, ventral, and midsagittal. The skull can be divided into facial (viscerocranium) and cranial (neurocranium) regions. The facial region was elongated and more developed than neurocranium. The supraorbital foramen was absent. The tympanic bulla is not well developed. The zygomatic arch was formed by zygomatic process of the temporal bone, zygomatic process of the maxilla, and temporal process of the zygomatic bone. There was no significant difference between bones found in this study when compared with those described for others mammals. These findings may contribute to the better understanding of the anatomy and biology of the white-eared opossum.(AU)
Este estudo objetivou investigar as características anatômicas do crânio do gambá-de-orelha-branca, através da anatomia óssea e radiográfica. Para tanto, cinco animais foram usados sem distinção sexual. O crânio foi estudado através de análises radiográficas e macroscópicas. Para esta última, os crânios foram macerados. O crânio foi descrito macroscopicamente de acordo com as vistas ou normas rotineiras, isto é, dorsal e caudal, lateral, ventral e sagital. O crânio pode ser dividido em regiões facial (viscerocrânio) e cranial (neurocrânio). A região facial se mostrou alongada e mais desenvolvida que o neurocrânio. O forame supraorbital estava ausente. A bula timpânica não era bem desenvolvida. O arco zigomático era formado pelo processo zigomático do osso temporal, processo zigomático da maxila, e pelo processo temporal do osso zigomático. Não houve diferenças significativas entre os ossos estudados quando comparados com os já descritos para outros mamíferos. Estes resultados podem contribuir com um melhor entendimento da anatomia e biologia deste animal.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1