Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Time domain heart rate variability in Boxer dogs with arrhythmogenic right ventricular cardiomyopathy / Variabilidade da frequência cardíaca no domínio do tempo em cães da raça Boxer com cardiomiopatia arritmogênica do ventrículo direito

Zacché, Evandro; Assumpção, Thais Cristine Alves de; Corsini, Talita Beani; Camacho, Aparecido Antonio.
Ci. Rural; 47(5): 01-06, Mai. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-686905

Resumo

The aim of the present study was to assess heart rate variability (HRV) in Boxer dogs affected by arrhythmogenic right ventricular cardiomyopathy (ARVC). Fourteen Boxer dogs classified as affected and 28 classified as unaffected were included in a prospective case-control study. Dogs underwent 24-hour ambulatory ECG and were classified as affected (>1,000 VPCs/24 hours) or unaffected (<20 VPCs/24 hours) by ARVC based on the number of ventricular arrhythmias. HRV was assessed using 24-h Holter ECG monitoring; the studied parameters were SDNN, SDANN, SDNNIDX, rMSSD and pNN50. Data were submitted to logarithmic transformation and HRV parameters were compared between groups and correlated according to the disease status, number and severity of ventricular arrhythmias using Students t test, linear regression and Spearmans test. There was no interaction between the HRV parameters and the number and severity of ventricular arrhythmias. SDNNlog (2.35±0.14 vs. 2.46±0.12, P=0.01), SDNNIDXlog (2.18±0.14 vs. 2.24±0.10, P=0.002) and pNN50log (1.47±0.19 vs. 1.64±0.13, P=0.002) were significantly lower in the affected group compared with the unaffected. According to this study, HRV are different in a population of Boxers dogs affected by ARVC compared to a population of unaffected dogs, and these differences are not consequences of low cardiac output caused by ventricular arrhythmias since animals that had higher number and complexity of arrhythmias were not those who had lower values of HRV.(AU)
O objetivo do presente estudo foi avaliar a variabilidade da frequência cardíaca (VFC) em cães da raça Boxer acometidos pela cardiomiopatia arritmogênica do ventrículo direito (CAVD). Para isso, foram incluídos, em estudo prospectivo caso-controle, 14 cães classificados como acometidos pela CAVD e 28 classificados como não acometidos. Os cães foram submetidos à eletrocardiografia ambulatorial de 24 horas e então classificados como acometidos (quando apresentaram mais de 1.000 complexos ventriculares prematuros em 24 horas) ou não acometidos (quando apresentaram menos de 20 complexos ventriculares prematuros em 24 horas) pela CAVD, com base no número de arritmias ventriculares. A VFC foi avaliada mediante monitoramento Holter de 24 horas. Os parâmetros estudados foram SDNN, SDANN, SDNNIDX, rMSSD e pNN50. Os dados foram submetidos à transformação logarítmica e os parâmetros da VFC foram comparados e correlacionados de acordo com a presença ou não da doença, número e severidade das arritmias pelo teste t de Student, regressão linear e teste de Spearman. Não houve interação entre as variáveis da VFC e o número e a severidade das arritmias ventriculares. Porém, as variáveis SDNNlog (2,35±0,14 vs. 2,46±0,12, P=0,01), SDNNIDXlog (2,18±0,14 vs. 2,24±0,10, P=0.002) e pNN50log (1,47±0,19 vs. 1,64±0,13, P=0,002) foram significativamente menores no grupo de animais acometidos pela doença. De acordo com os resultados do presente estudo, a VFC é menor nos Boxers acometidos pela CAVD em relação aos cães não acometidos, e essa diferença não pode ser atribuída ao baixo débito cardíaco, supostamente causado pelas arritmias ventriculares, uma vez que os animais que apresentaram maior número e complexidade das arritmias não foram os que apresentaram os menores valores da VFC.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1