Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Aspectos anatomopatológicos em cães naturalmente infectados por Hepatozoon canis / Anatomopathological findings in dogs naturally infected by Hepatozoon canis

Lima, Pâmela A; Barçante, Joziana M. P; Boeloni, Jankerle N; Bezerra Júnior, Pedro S; Wouters, Flademir; Wouters, Angélica T; Varaschin, Mary S; Seixas, Josilene N.
Pesqui. vet. bras; 37(2): 145-149, fev. 2017. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-688177

Resumo

Canine hepatozoonosis is mainly caused by protozoa Hepatozoon canis and H. americanum that are transmitted by ingestion of infected ticks. Clinical signs may be unspecific or difficult to identify, because usually hepatozoonosis occurs associated with other disease. In Brazil, the parasite and the disease, have been identified in several states, however little is known about the clinical and anatomopathological lesions resulting from the infection. This paper reports five cases of natural infection by Hepatozoon canis in dogs from Minas Gerais State and describes for the first time in Brazil the necropsy and histopathological findings related to infection. Meronts of Hepatozoon sp., submitted to morphometric evaluation, were observed in histological sections of liver, spleen, bone marrow and kidney.(AU)
A hepatozoonose canina é causada principalmente pelos protozoários Hepatozoon canis e H. americanum, transmitida por ingestão de carrapatos parasitados. Os sinais clínicos podem ser inespecíficos ou de difícil reconhecimento, pois geralmente ocorre associada a outras doenças. No Brasil, o parasito, e a doença, já foram identificados em vários Estados, no entanto pouco se sabe sobre as alterações clínicas e anátomo-patológicas decorrentes da infecção. O presente trabalho relata cinco casos de infecções naturais por Hepatozoon canis em cães do Estado de Minas Gerais e descreve pela primeira vez no Brasil os achados de necropsias e histopatológicos relacionados à infecção. Merontes de Hepatozoon sp., submetidos a avaliação morfométrica, foram observados em cortes histológicos de fígado, baço, medula óssea e rim.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1