Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Desempenho produtivo de frangos de corte e utilização de energia e nutrientes de dietas iniciais com milho classificado ou não e suplementadas com complexo enzimático / Broiler performance and energy and nutrient utilization of starter diets with classified corn or not and supplemented with enzymatic complexes

Fernandes, J. I. M; Contini, J. P; Prokoski, K; Gottardo, E. T; Cristo, A. B; Perini, R.
Arq. bras. med. vet. zootec; 69(1): 181-190, jan.-fev. 2017. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-690979

Resumo

Dois experimentos foram conduzidos com o objetivo de avaliar o efeito da adição de um complexo enzimático em dietas iniciais elaboradas com milho classificado ou não por mesa densimétrica sobre o desempenho produtivo e a digestibilidade de nutrientes. Foram utilizados 1080 frangos de corte, machos, distribuídos em um delineamento inteiramente ao acaso, em esquema fatorial 2 x 3 (milho classificado ou não vs. dieta controle, dieta controle acrescida de complexo enzimático e dieta controle acrescida de enzimas e com redução de 150kcal de EM), totalizando seis repetições e 36 unidades experimentais. No ensaio de metabolismo, foram utilizadas 96 aves de 21 dias de idade, alojadas em baterias metálicas e distribuídas aos seis tratamentos, com oito repetições e 48 unidades experimentais. Dietas suplementadas com enzima, independentemente da classificação do milho, resultaram em maior (P<0,05) ganho de peso das aves aos 21 dias de idade. A adição de enzimas em dietas com milho classificado melhorou (P<0,05) a conversão alimentar. O CDPB foi maior (P<0,05) para dietas elaboradas com milho classificado, independentemente da suplementação do complexo enzimático, enquanto o CDEE de dietas à base de milho não classificado aumentou (P<0,05) quando as enzimas foram incluídas na deita. Dietas elaboradas à base de milho classificado e acrescidas de complexo enzimático comercial melhoraram (P<0,05) a EMA e a EMAn. As enzimas exógenas podem ser empregadas como ferramenta para melhorar a digestibilidade de nutrientes e de energia dos grãos de milho com variação nutricional.(AU)
Two experiments were performed with the aim of evaluating the effect of inclusion of enzymatic complexes in starter diets containing classified corn or not on the productive performance of poultry and nutrient digestibility. In the performance test 1080 broilers were used, distribuited in a completely randomized design in a factorial 2 x 3 (classified corn or not and corn control diet, control diet plus enzyme complex, and control diet plus enzymes and reduction of 150kcal of ME) and consisting of six replicates and 36 experimental units. In the metabolism trial 96 21-day-old birds were used, housed in metal cages, distributed to six treatments with eight replicates of 48 experimental units. Diets supplemented with enzyme, regardless of the corn classification, resulted in higher (P<0.05) weight gain of birds at 21 days of age. The addition of enzymes in diets with classified corn improved (P<0.05) feed conversion ratio. The CDPB was higher (P<0.05) for diets formulated with classified corn, regardless of the supplementation of the enzyme complex, while the CDEE of not classified corn-based diets increased (P<0.05) when the enzymes were included. Diets formulated with classified corn plus commercial enzymatic complex, improved (P < 0.05) the AME and AMEn. Exogenous enzymes may be employed as a tool to improve the digestibility of nutrients and energy of corn with nutritional variation.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1