Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Achados ultrassonográficos da glândula mamária de cabras naturalmente infectadas com o vírus da artrite encefalite caprina / Ultrasonographic findings of mammary glandof goats naturally infected with caprine arthritis encephalitis virus

Vianna, R. S; Batista, C. F; Gomes, R. C; Santos, K. R; Souza, F. N; Pogliani, F. C; Libera, A. M. M. P. D.
Arq. bras. med. vet. zootec; 69(1): 65-74, jan.-fev. 2017. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-690995

Resumo

A artrite encefalite caprina é uma virose que está distribuída mundialmente nos rebanhos. Na forma mamária, é predominante a mastite crônica, que pode causar assimetria e endurecimento do úbere, mais conhecida como mastite endurativa crônica, levando à redução na produção leiteira. A ultrassonografia é um bom método de avaliação da glândula mamária, pois consiste em uma técnica não invasiva, rápida e de fácil aplicação. Este estudo objetivou avaliar as características ultrassonográficas (escala de cinza, ecogenicidade e homogeneidade) do parênquima mamário de 20 cabras sororreagentes e 20 não sororreagentes para o vírus da artrite encefalite caprina. Observou-se que o diâmetro médio dos linfonodos retromamários de animais sororreagentes (0,72cm) para o vírus da artrite encefalite caprina foi menor (P=0,02) que o dos animais não sororreagentes (0,93cm). Na análise entre as porções do úbere, os valores da escala de cinza do terço distal da porção caudal do parênquima mamário foram maiores nos animais sororreagentes (P<0.0001, lado direito; P=0,02, lado esquerdo). Tais dados sugerem que o aumento na escala de cinza do parênquima mamário das cabras pode estar correlacionado com as alterações crônicas causadas pela artrite encefalite caprina, como a mastite endurativa. Em relação aos aspectos subjetivos de ecogenicidade e homogeneidade, os grupos não apresentaram diferença entre si (P>0,05), exibindo em sua maioria padrões hipoecoicos e heterogêneos. Diante dos resultados, o presente estudo aponta indícios de que a artrite encefalite caprina pode causar alterações na escala de cinza mensuráveis pela ultrassonografia, a qual pode ser utilizada como método auxiliar eficiente e não invasivo no monitoramento e diagnóstico precoce da mastite endurativa.(AU)
The caprine arthritis encephalitis is a virosis with worldwide distribution in livestock and in the mammary form chronic mastitis is prevalent, which can cause assimetric and hardening of the udder, known as indurative chronic mastitis leading to reduction in milk production. The ultrasound is a good method of assessing the mammary gland, because the technique is non-invasive, fast, and easy to apply. This study aimed to evaluate the ultrasonographic features (grayscale, echogenicity, and homogeneity) of mammary parenchyma of 20 seroreacting goats and 20 not seroreacting for caprine arthritis encephalitis virus. It was observed that the average diameter of retromammary lymph nodes of seroreacting animals (0.72cm) to caprine arthritis encephalitis virus was smaller (P= 0.02) than in non seroreacting animals (0.93cm). In analysis between the portions of the udder, the grayscale values of the distal third of the caudal portion of the mammary parenchyma was higher in seroreacting animals (P<0.0001, right side; P= 0.02, left side). Such data suggest that the increase in ultrasonographic grayscale of mammary parenchyma of goats can be correlated to chronic changes caused by caprine arthritis encephalitis, as indurative mastitis. In relation to the subjective aspects of echogenicity and homogeneity, the groups showed no difference between them (P>0.05), displaying mostly heterogeneous and hypoechoic standards. From the results, this study points to evidence that the caprine arthritis encephalitis can cause changes in grayscale measurable by ultrasound, and this can be used as an efficient and non-invasive helper method for monitoring and early detection of indurative mastitis.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1