Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Congenital multiple arthrogryposis in bovine / Artrogripose congênita múltipla em bovino

Vrisman, D. P; Bonato, D. V; Taira, A. R; Thomaz, E. R; Peres, J. A; Malta, C. A. S; Cintra, C. A; Cunha, M. S; Coutinho, L. N; Crivellenti, L. Z; Magalhães, G. M; Teixiera, P. P. M.
Arq. bras. med. vet. zootec; 69(1): 10-14, jan.-fev. 2017. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-691002

Resumo

This report describes an anal atresia, anatomical urethra alteration (slightly caudal to the udder), thickened joints, and changes in the pelvis in a newborn Holstein cow. Visualization of the final portion of the rectum was not possible by perineal access and laparotomy through the right flank was performed in order for abdominal exploration and colostomy attempt. During the surgical procedure visceral rupture and malformations incompatible with life were observed, so surgeons opted for euthanasia and necropsy. Alterations were confirmed in the genitourinary and gastrointestinal tract. The non-formation of the anus caused dilation of the distal portion of the rectum with fecal content retention, which was drained to the body of the uterus, with the presence of meconium. This amount of anatomical and clinical changes were diagnosed as congenital multiple arthrogryposis.(AU)
Este relato de caso descreve atresia anal, alteração anatômica da uretra (inserida caudalmente ao úbere), articulações espessadas e alterações na pelve em um neonato bovino da raça Holandesa. A visualização da porção final do reto não foi possível pelo acesso perineal, e laparotomia através do flanco direito foi feita para exploração abdominal e realização da colostomia. Durante o procedimento cirúrgico, foram observadas ruptura visceral e malformações incompatíveis com a vida, então os cirurgiões optaram pela eutanásia e necropsia. Alterações foram confirmadas nos tratos geniturinário e gastrointestinal. A não formação do ânus causou dilatação da porção distal do reto com retenção fecal, desviando ao corpo do útero, o qual possibilitou a entrada de mecônio nesse compartimento, além de outras alterações devido à ingestão e alteração no trânsito gastrointestinal. Essa quantidade de alterações anatômicas e clínicas foi diagnosticada como artrogripose congênita múltipla.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1