Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Desempenho bioeconômico de cabritos de diferentes grupos genéticos terminados em confinamento / Bioeconomic performance from goat kids differents genetics groups finished in feedlot

Cartaxo, Felipe Queiroga; Leite, Mauricio Luiz de Mello Vieira; Sousa, Wandrick Hauss; Viana, Jefferson Alves; Rocha, Luciana Porangaba.
R. bras. Saúde Prod. Anim.; 14(1): 224-232, Jan-Mar. 2013. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-695418

Resumo

The objective of this study was to evaluate performance and gross profit margin of goat kids finished in feedlot. Thirty kids non-castrated were used, being 10 ½ Anglo Nubian ½ undefined breed, 10 ½ Boer ½ undefined breed and 10 undefined breed, fed with diet containing 15.5% of crude protein and 2.58Mcal/kg dry matter. The Boer × undefined breed kids showed greater dry matter intake, live weight percentual, in relation to undefined breed kids, obtained the Anglo Nubian × undefined breed kids similar results to the others genetics groups. The water intake, the feed conversion and the corporal score no influenced by genetics groups. However, there was significant effect of the genetics groups on the total weight gain and daily weight gain that were greater for the Boer × undefined breed kids when compared with undefined breed. The Anglo Nubian × undefined breed kids and undefined breed obtained greater corporal score at the beginning of the experiment when compared with Boer × undefined breed. The use of the Boer breed in the crossbred improves the performance of undefined breed kids. The Boer × undefined breed kids showed greater gross profit margin than the Anglo × undefined breed kids finished in feedlot.(AU)
Objetivou-se avaliar o desempenho e margem bruta de lucro de cabritos de diferentes grupos genéticos terminados em confinamento. Foram utilizados 30 cabritos não castrados, sendo 10 ½ Anglo Nubiana × ½ Sem Raça Definida, 10 ½ Boer × ½ Sem Raça Definida e 10 Sem Raça Definida, alimentados com dieta contendo 15,5% de proteína bruta e 2,58Mcal de energia metabolizável por quilograma de matéria seca. Os cabritos Boer × Sem Raça Definida (SRD) apresentaram maiores consumos de matéria seca, em percentual do peso vivo, em relação aos SRD, tendo obtido os Anglo Nubiana × SRD resultados semelhantes aos demais grupos genéticos. Os consumos de água, a conversão alimentar e o escore corporal ao final do confinamento não foram influenciados pelo grupo genético. No entanto, houve efeito significativo do grupo genético sobre o ganho de peso total e ganho de peso médio diário, que foram maiores para os cabritos Boer × SRD em comparação aos SRD. Os cabritos Anglo Nubiana × SRD e SRD obtiveram maiores escores corporais no início do experimento quando comparados com os Boer × SRD. A utilização da raça Boer no cruzamento melhora o desempenho dos cabritos SRD. Os cabritos Boer × SRD, terminados em confinamento, apresentam maior margem bruta de lucro em comparação aos Anglo Nubiana × SRD.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1