Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

COMPARAÇÃO ENTRE O USO DE HOMEOPATIA, ALOPATIA E IMUNOPROFILAXIA NA PREVENÇÃO DA ERISIPELA SUÍNA

Vuaden, Rosalina; Roberti Benites., Nilson.
Vet. Zoot.; 16(1): 101-107, 2009.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-699103

Resumo

RESUMO A erisipela suína (ES) é uma doença de caráter hemorrágico com lesões cutâneas, articulares, cardíacas ou septicêmicas em suínos causada pela bactéria Erysipelothrix rhusiopathiae. Animais entre dois e 12 meses e fêmeas prenhes são as categorias mais susceptíveis, sendo que esta última pode abortar e apresentar morte súbita. Este trabalho teve por objetivo avaliar o uso do bioterápico de Erysipelothrix rhusiopathiae e medicamento homeopático misturados nas rações reprodutivas de forma contínua para a prevenção da ES comparado com a utilização de antibióticos a base de oxitetraciclina misturado à ração e vacinação com bacterina em uma granja comercial de suínos. O período de avaliação foi de janeiro de 2002 a dezembro de 2007, e este foi dividido em duas fases iguais de três anos cada. Na primeira etapa utilizou-se somente a medicação alopática e imunoprofilaxia para a ES com o uso de bacterina comercial. Na segunda fase a utilização de antibióticos e bacterinas foi eliminada e implantou-se a profilaxia da ES com o uso exclusivo de medicação homeopática. Na primeira fase do estudo vieram a óbito 45 fêmeas; na segunda fase ocorreram 19 mortes, representando uma redução significativa de 57,7% (p = 0,04). Também, com o uso do medicamento homeopático mais o bioterápico houve redução significativa (p=0,01) da natimortalidade e do número de abortos em fêmeas reprodutoras qua
Biblioteca responsável: BR68.1