Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Avaliação pós-operatória, através de exame clínico, laboratorial e ultra-sonográfico, de eqüinos submetidos à toracotomia experimental

Yvonne Arantes Baccarm, Raquel; de Alvarenga, José; Hagen, Stefano; Cláudio Lopes Correia da Silva, Luís.
Ci. Rural; 28(4)1998.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-703420

Resumo

Pertaining litterature does not usually foccus on the possible consequences in the thoracic cavity of horses subjected to thoracotomy procedures. Ultrasound is not mentioned as a method of contrai in post-operatory evaluation, which is mostiy exclusively based on post-mortem examination. Six healthy equine were used in the experiment; surgical access to the right hemitórax was assured by controiled mechanical anesthesia. The thoracotomy in the equine was further evaluated by means of a complete clinicai examination, blood gás analysis, complete blood count and thoracic ultrasonography.The suture technique aiso revealed itself efficient and the animais exbited no sings of respiratory distress, pneumotórax or thoracic wall suture dehiscense. The complete clinicai examination, pH, blood gases as well as blood cell count, did not show any significant changes at the pos-operative period. The ultrasonographic exam allowed the evaluation of pleural fluid appearance and quantity, changes of visceral pleura, presence of pneumotórax and subpleural changes.
Nos trabalhos encontrados na literatura é dada pouca ênfase às conseqüências na cavidade torácica de eqüinos que são submetidos à toracotomia. Também não mencionam a ultra-sonografia como método auxiliar e de controle na avaliação pós-operatória, muitas vezes, optando-se exclusivamente pela necropsia. Neste experimento, foram utilizados seis eqüinos hígidos, sob anestesia com ventilação controlada, para a realização de acesso cirúrgico ao hemitórax direito, com o objetivo de se avaliarem através de exame clínico, mensuração de pH e gases sanguíneos, hemograma e ultra-sonografia torácica, as conse- qüências da prática de toracotomia em eqüinos. Não foram observados em nenhum dos animais transtornos respiratórios, sinais de pneumotórax ou deiscências de sutura de parede torácica. Os valores dos parâmetros fisiológicos, do pH e gases sanguíneos e do hemograma não apresentaram alterações significativas no pós-operatório. O exame ultra-sonográfico proporcionou informações sobre a quantidade e o aspecto do líquido pleural, evolução das alterações na pleura visceral, presença ou não de pneumotórax e alterações parenquimatosas subpleurais.
Biblioteca responsável: BR68.1