Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ganho de peso e componentes do peso vivo em borregos Ile de France inteiros ou castrados e Hampshire Down castrados abatidos aos doze meses de idade

Luis De Azambuja Ribeiro, Edson; Antônio Da Rocha, Marco; Yurika Mizubuti, Ivone; Masato Mori, Rinaldo.
Ci. Rural; 30(2)2000.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-703619

Resumo

The main objective of this work was to evaluate the weight gain and live weight components of intact or castrated lambs slaughtered at 12 months of age. Sixteen Ile de France lambs, half intact and half castrated, and eight castrated Hampshire Down lambs were used in this experiment. The animals were kept on a Coast-Cross pasture from three to 12 months of age, and then slaughtered. There were no differences between breeds for weight, weight gain and live weight components. However, intact Ile de France lambs had a greater daily weight gain than castrated Ile de France lambs, with averages of 0.078 and 0.063kg, respectively; the average daily weight gain for the castrated Hampshire Down was 0.064kg. The averages for live weight before slaughtering and hot dressing percentage were: 38.54, 36.08 and 36.44kg, and 47.51, 47.82 and 46.38%, respectively, for intact Ile de France, castrated Ile de France and castrated Hampshire Down lambs. The use of intact males is recommended, due their greater weight gain, when slaughter occurs at 12 months of age.
O principal objetivo deste trabalho foi o de avaliar o ganho de peso e os componentes do peso vivo em ovinos inteiros ou castrados abatidos aos 12 meses de idade. Foram usados 16 borregos Ile de France, sendo metade inteiros e metade castrados, e oito Hampshire Down castrados. Os borregos foram mantidos em pastagem de grama Coast-Cross e foram pesados dos três aos 12 meses de idade, quando abatidos. Não houve diferenças entre as raças para peso, ganhos de peso e para os componentes do peso vivo. Porém, os machos inteiros da raça Ile de France ganharam mais peso dos três aos 12 meses do que os castrados, com médias, respectivamente, de 0,078 e 0,063kg por dia; o ganho de peso médio diário para os borregos Hampshire Down foi de 0,064kg. As médias para os pesos vivos no abate e para os rendimentos de carcaça quente (entre parenteses) foram: 38,54 (47,51%); 36,08 (47,82%) e 36,44 (46,38%)kg, respectivamente, para os borregos Ile de France inteiros, Ile de France castrados e Hampshire Down castrados. Os resultados indicam que, quando o abate for realizado aos 12 meses de idade, o uso de machos inteiros é recomendado devido ao seu maior ganho de peso.
Biblioteca responsável: BR68.1