Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Análise econômica da produção de carne de cordeiros sob dois sistemas de terminação: pastagem e confinamento

de Assis Fonseca de Macedo, Francisco; Ramos de Siqueira, Edson; Nunes Martins, Elias.
Ci. Rural; 30(4)2000.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-703678

Resumo

This experiment was carried out to study costs and economical return of carcass lamb (kg) production in two finishing systems. The systems compared were, a grazing system based on "coast cross" pasture (Cynodon dactylon) with the following genotypes: 13 Corriedale (C). 14 Bergamacia x Corriedale (BC), and 9 Hampshire Down x Corriedale {HC}, and a dry-lot system with the following crossbreeds : 10 C, 11 BC, and 8 HC. In the dry-lot system the lambs were fed with a total mix ration, containing the some leveis ofcrude protein and total digestible nutrients of the pasture. The stock rate in the pasture was 20 lambs/ha. In the dry-lot was used an área of 0.5m²/lamb and the lambs were housed in a suspenso and siated floor facitity. The total costs in the graang system was US$ 1985.33, and in the dry-lot system was US$ 2432.00. The total incarne for the grazing system was US$ 3072.42, and for dry-lot system was US$ 3748.35. The production cost/carcass kg was very similar for both systems (US$ 1.92, dry-lot; US$ 1.88, pasture). The economical retum was US$ 229.28 higher for dry-lot (US$ 1316.36) m relation to pasture (US$ 1087.08). These results show that the production ofiamb meat in dry-lot systems is viable.
Foram analisados os custos de produção e o retorno econômico do quilograma de carcaça, de 13 cordeiros Corriedale (C), 14 Bergamácia x Corriedale (BC) e 9 Hampshire Down x Corriedale (HC), em pastagem de Cynodon dactylon e 10 C, 11 BC e 8 HC em confinamento, recebendo ração completa, com 18% de proteína bruta e 72% de nutrientes digestíveis totais, idênticos ao da pastagem. A lotação utilizada foi de 20 cordeiros/ha. No confinamento, considerou-se 0,5m²/cordeiro. A despesa total para terminação dos cordeiros na pastagem foi R$2.382,40 e para terminação em confinamento foi R$2.918,40, com as respectivas receitas de R$3.686,90 e R$4.498,03. O custo de produção do kg de carcaça dos cordeiros confinados (R$2,30), em valor absoluto foi superior, porém, muito próximo dos terminados em pastagem (R$2,26). O retomo econômico para os cordeiros terminados em confinamento (R$1.579,63) foi superior ao dos terminados em pastagem (R$1.304,50), mostrando uma diferença em valores absolutos de R$275,13 a favor dos cordeiros confinados. A produção de carne de cordeiro em confinamento é economicamente viável.
Biblioteca responsável: BR68.1