Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Propriedades físicas e químicas e produtividade de milho afetadas pelo manejo do solo com tração animal, numa terra bruna estruturada

Bertol, Ildegardis; Ciprandi, Olívio; Nicanor Gomes de Campos, Luciano; Batistela, Odair.
Ci. Rural; 30(6)2000.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-703729

Resumo

Soil physical degradation is one of the main factors responsible for water erosion. The conventional tillage, usually, acellerates soil degradation process because it involves an intense soil tillage, whereas no-tillage is considered a soil conservation management system because it preserves crop residue on the soil surface, and increase soil organic matter. However, no-tillage may also increase soil surface density and decrease surface total porosity. This study was conducted in Lebon Régis, Santa Catarina State, Brazil, on a Hapludox soil, from June 1995 to May 1999. Two soil tillage treatments were used: conventional tillage (animal traction plowing) and no-tillage. Each tillage treatment was replicated four times. The crops used were oat and maize in no-tillage system and maize and fallow in conventional tillage system. Soil bulk density, organic carbon, macroporosity, microporosity, total porosity, phosphorus and potassium were evaluated in the soil layers of 0-2.5, 2.5-5.0, 5.0-10.0 and 10.0-15. 0cm depth. The values of soil bulk density, macroporosity and microporosity did not differ in all layers studed. The organic carbon, phosphorus and potassium values were higher for no-tillage than conventional tillage, for the 0-5.0cm layer.
A degradação física do solo é um dos principais processos responsáveis pelo aumento da erosão hídrica. Os preparos convencionais normalmente são aceleradores desse processo, enquanto a semeadura direta apresenta-se como um sistema de manejo conservacionista, pois mantém os resíduos culturais na superfície e preserva a matéria orgânica do solo. Contudo, a semeadura direta pode também aumentar a densidade e diminuir a porosidade total na superfície do solo. O trabalho foi desenvolvido numa Terra Bruna estruturada, no município de Lebon Régis - SC, no perí odo de junho de 1995 a maio de 1999. Os tratamentos de preparo do solo, preparo convencional com uma aração com arado "fuçador" de tração de animal + uma gradagem com tração mecânica e semeadura direta com semeadora "saraquá", foram executados em quatro repetições. No início, a área experimental foi cultivada com aveia e, a partir do segundo cultivo, milho e aveia em semeadura direta e milho e pousio no preparo convencional, ambos em sucessão. Em maio de 1999, foram avaliadas a densidade do solo, macroporosidade, microporosidade, porosidade total, fósforo extraível, potássio trocável e carbono orgânico nas camadas de 0-2,5; 2,5-5,0; 5,0-10,0 e 10,0-15,0cm de profundidade. A densidade do solo, macroporosidade e microporosidade no solo sob semeadura direta foram semelhantes aos valores do solo sob preparo convencional, em todas as profundidades. O carbono orgânico, fósforo extraível e potássio trocável apresentaram maiores valores na semeadura direta do que no preparo convencional, na camada de 0-5,0cm.
Biblioteca responsável: BR68.1