Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

EFEITO ANALGÉSICO DO BUTORFANOL NA DOR SOMÁTICA EM GATOS ANESTESIADOS COM PROPOFOL

Ciniello Araujo, Isabela; Gonzaga Pompermayer, Luiz; Antunes, Fernanda; Pereira de Souza, Almir; Aurélio Ferreira Lopes, Marco.
Ci. Rural; 31(1)2001.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-703759

Resumo

Propofol is an intravenous anesthetic agent used for induction and maintenance of anesthesia but produces limited analgesia, and concomitant use of analgesics is necessary. The analgesic effect of butorphanol in somatic pain in cats anesthetized with intermittent doses of propofol was evaluated. Sixteen animals were randomly assigned to 2 groups. Control group animals were premedicated with IM acepromazine (0,2mg/kg) and after 15 minutes IV propofol (6mg/kg) was administered. Treatment group animals were premedicated with IM acepromazine (0,2mg/kg) and butorphanol (0,8mg/kg), mixed in the same syringe and after 15 minutes IV propofol (6mg/kg) was administered. In both groups anesthesia was maintained with repeated injections of propofol (3mg/kg) as needed, during 60 minutes. The need to complement propofol doses was determined by reactions to a skin pinch with a Kocher hemostatic forceps.Heart rate, respiratory rate, mean blood pressure, rectal body temperature and oxyhemoglobin saturation were also recorded. Administration of butorphanol caused minimal changes in cardiopulmonary variables compared to control group and did not affect duration of anesthesia and total dose of propofol or recovery period. We concluded that addition of butorphanol did not produce somatic analgesia during anesthesia maintained with repeated injections of propofol in cats.
O propofol é um agente anestésico intravenoso usado para indução e manutenção da anestesia, mas produz analgesia limitada, havendo a necessidade do uso concomitante de analgésicos. Avaliou-se o efeito analgésico do butorfanol na dor somática em gatos anestesiados com doses fracionadas de propofol. Foram utilizados 16 animais, distribuídos aleatoriamente em dois grupos. Os animais do grupo controle foram pré-tratados com 0,2mg/kg de acepromazina por via IM e, após 15 minutos, receberam 6mg/kg de propofol por via IV. Os animais do grupo tratamento foram pré-medicados com uma combinação de acepromazina (0,2mg/kg) e butorfanol (0,8mg/kg), administrados na mesma seringa por via IM, e, após 15 minutos, receberam 6mg/kg de propofol por via IV. Em ambos os grupos, a manutenção da anestesia foi feita com administrações de propofol, na dose de 3mg/kg, por via IV, sempre que necessário, durante 60 minutos. A necessidade de readministração de propofol foi verificada pela resposta apresentada ao pinçamento cutâneo, através de uma pinça de Kocher. Avaliaram-se também as freqüências cardíaca e respiratória, pressão arterial média, saturação de oxiemoglobina e temperatura retal. A administração de butorfanol causou apenas redução nas freqüências cardíaca e respiratória e na saturação de oxiemoglobina, em comparação com o grupo controle,sem exercer influência significativa sobre o período hábil, a dose total administrada e o período de recuperação do propofol. Concluiu-se que a adição de butorfanol não produziu analgesia somática em gatos anestesiados com doses fracionadas de propofol.
Biblioteca responsável: BR68.1