Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

PRODUÇÃO E DECOMPOSIÇÃO DE FITOMASSA DE PLANTAS INVERNAIS DE COBERTURA DE SOLO E MILHO, SOB DIFERENTES MANEJOS DA ADUBAÇÃO NITROGENADA

Alberto Ceretta, Carlos; José Basso, Claudir; Gustavo Herbes, Miguel; Poletto, Naracelis; José da Silveira, Márcio.
Ci. Rural; 32(1)2002.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-703939

Resumo

The quality of plant residue and soil N availability, from mineral fertilizer, are some of the factors that affect residue decomposition. The objective of this study was to evaluate the dry matter production and its N accumulation in three winter cover crop and the effects of different corn sidedress N timing application on soil surface residue. The experiment was carried out at Federal University of Santa Maria experimental área in 1996/97 and 1997/98 crop season on a typic Hapludalf. The residue decomposition study was carried only in 1997/98 crop season. The experiment was laid out as random block design with split-plot. The main treatments were winter cover crops set up in 25 x 5m plots: a) black oat (Avena strigosa Schieb); b) Black oats+vetch (Vicia sativa L); and c) Raphanus sativus. The split-plot (5 x 5m) treatments were splitting and timing N sidedress for corn, which were composed by a sequence of N application, represented by: (1) 00-00-00, (2) 00-30-90, (3) 30-30-60, (4) 60-30-30, (5) 90-30-00, where the numbers, respectively, means N applied in kg ha -1 at: (a) corn pre-planted; (b) at corn seeding; and (c) corn sidedress at 4 to 6 leaves stage. The consortium, black oat+vetch, did not affected dry matter production but induced higher N content and accumulation of above ground biomass. The decomposition rate of winter cover crops was not affected by N sidedress timing for corn in succession of winter cover crops.
A qualidade do resíduo vegetal e a disponibilidade de nitrogênio (N) mineral são fatores que afetam a decomposição de resíduos vegetais. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a produção de matéria seca, o acúmulo de nitrogênio de três plantas para cobertura de solo no inverno e a influência de diferentes épocas de aplicação da adubação nitrogenada na cultura do milho sobre a decomposição do resíduo vegetal mantido na superfície. O experimento foi desenvolvido na Universidade Federal de Santa Maria (RS), nos anos agrícolas de 1996/97 e 1997/98, em solo ARGISSOLO VERMELHO Distrófico arênico (Hapludalf), sendo que a avaliação da taxa de decomposição do resíduo superficial foi feita somente no ano agrícola de 1997/98. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com parcelas subdivididas e três repetições. Nas parcelas principais (25 x 5m), durante o inverno foram utilizadas três coberturas de solo: aveia preta (Avena strigosa Schieb), aveia+ervilhaca (Vicia sativa L.) e nabo forrageiro (Raphanus sativus). Nas subparcelas (5 x 5m), diferentes épocas de aplicação de N no milho: (i)00-00-00, (ii)00-30-90, (iii)30-30-60, (iv)60-30-30 e (v)90-30-00, que corresponde a quantidade de N em kg ha-1, aplicado em pré-semeadura (após a dessecação das plantas de cobertura), semeadura, e cobertura do milho (4 a 6 folhas desenroladas), respectivamente. Os resultados mostraram que o cultivo da ervilhaca juntamente com aveia preta não alterou a produção de matéria seca, mas determinou maior teor e acúmulo de nitrogênio na parte aérea das plantas na consorciação. As taxas de decomposição de resíduos de aveia preta, nabo forrageiro e aveia preta+ervilhaca não foram influenciadas pelas épocas de aplicação de nitrogênio para o milho cultivado em sucessão.
Biblioteca responsável: BR68.1